As diversas reclamações de uma criança sobre dores na região genital e o medo dela de chegar próximo ao próprio pai levaram uma mãe a descobrir que a filha de 3 anos havia sido estuprada em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço. O pai da menina, de 29 anos, acabou preso pelo crime na terça-feira (30).

Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), a corporação foi acionada já no Posto Médico do bairro Santa Cruz, onde a médica de plantão havia constatado o estupro.

Aos policiais, a mãe da menina relatou que na data a criança vinha reclamando o tempo todo de dores na vagina e, ao ser questionada sobre o que havia acontecido, a menina apenas chorava e dizia que não queria chegar perto do pai, dizendo ainda que ele “era muito mau”.

Continua após a publicidade

Diante da suspeita, a mãe resolveu levar a filha até a unidade de saúde, onde foi constatado que a vítima apresentava febre e vermelhidão no órgão sexual, de onde saía uma secreção.

Diante da constatação do estupro, a criança foi encaminhada ao Hospital Municipal Doutor José Maria de Morais, onde tomou medicamentos contra doenças venéreas. Além disso, foi necessário mantê-la internada em observação, pois ela apresentava muita febre.

O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso. O suspeito foi preso em flagrante por estupro de vulnerável, que tem pena de 8 a 15 anos de detenção. O caso será investigado pela Polícia Civil (PC).

Fonte: O TEMPO


Comments are closed.