Na semana passada, a secretaria municipal de saúde organizou várias ações para marcar o Janeiro Branco.

“Temos sim que expressar as nossas emoções e sentimentos”, disse o enfermeiro e coordenador de PSF, Celismar Vieira, que falou com a nossa reportagem.

“A programação do Janeiro Branco foi extensa, começamos no dia 22, tivemos uma questão muito positiva da campanha, atingimos o que queríamos. Começamos abordando o comércio, durante a semana visitamos as empresas do município, todas as pessoas aderiram à campanha, e na sexta-feira, dia 26, a gente encerrou com blitz educativa no centro da cidade, convidando a população para a Caminhada das Emoções, que aconteceu às 18h, com a presença de todos os profissionais da saúde, do pessoal da prefeitura e a população. Nós tivemos ponto positivo na questão de chamar a população para conscientizar nas questões da saúde mental, nós vimos que a população capinopolense participou e está de parabéns, o que a gente quis demonstrar mesmo foi uma pequena parcela de contribuição para que as pessoas repensassem no diálogo, no conhecimento e nas emoções”.

Continua após a publicidade

Questionado sobre a importância dos relacionamentos, Celismar salientou que o ato de se relacionar com outras pessoas por ser transformador. “Muito importante, porque às vezes as pessoas ficam muito retraídas, com vários problemas, não demonstram e não colocam para fora essa questão sentimental. O abraço, por exemplo, transforma as pessoas, aquele abraço mais demorado, de 10 a 20 segundos aflora os sentimentos e as emoções das pessoas. Demonstramos às pessoas que se elas deixam embutidas consigo as emoções, elas conseguirão transformá-las em doenças, patologias. Do ponto de vista da psicologia, da enfermagem, a gente vê que trabalhar as questões emocionais trás um benefício muito grande”, finalizou Celismar.


Comments are closed.