Uma morte por febre amarela foi confirmada pela Prefeitura de Santo Antônio do Aventureiro, na Zona da Mata Mineira nesta quarta-feira (31). O paciente era um homem de 49 anos que estava internado na Casa de Caridade Leopoldinense e morreu no último dia 22 de janeiro. De acordo com a Secretaria de Saúde da cidade, este foi o único caso confirmado da doença em Santo Antônio do Aventureiro e única morte.

Segundo a prefeitura, o homem começou a trabalhar no último dia 8 de janeiro, em uma fazenda nas proximidades da divisa com o município de Mar de Espanha e há suspeita que ela tenha pego a doença nessa mata. No dia 17 de janeiro, o paciente procurou o Centro Municipal de Saúde reclamando de  dor no corpo, febre, tonteira, cefaléia, náuseas e vômitos há alguns dias.

Os médicos suspeitaram de febre amarela e transferiram o paciente para o Hospital São Salvador, em Além Paraíba. No último dia 19 ele foi novamente transferido, desta vez para a Casa de Caridade Leopoldinense para ser avaliado por infectologista e nefrologista, mas não resistiu e acabou morrendo no último dia 22.

Continua após a publicidade

A morte ainda não foi contabilizada no Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta terça-feira (30), onde foram registrados 36 óbitos pela doença.
 


Comments are closed.