Filho mais velho de Fidel Castro comete suicídio

ADALBERTO ROQUE / AFP

Fidel Castro Díaz-Balart, 68 anos, filho mais velho do ex-presidente cubano Fidel Castro Ruz, e sobrinho do atual governante da ilha, Raúl Castro, se matou nesta quinta-feira, informou a imprensa estatal cubana.

“O doutor em Ciências Fidel Castro Díaz-Balart, que vinha sendo atendido por um grupo de médicos há vários meses por um estado depressivo profundo, atentou contra sua vida na manhã de hoje, primeiro de fevereiro”, comunicou o jornal estatal Granma.

De acordo com a imprensa cubana, como parte de seu tratamento por depressão, “Fidelito” – como era conhecido no país – “requiriu inicialmente un regime de hospitalização e depois se manteve em acompanhamento ambulatorial durante sua reintegração social”.

“No momento de seu falecimento ele era Assessor Científico do Conselho de Estado e Vice-presidente da Academia de Ciências de Cuba”, detalhou o jornal estatal.

“Fidelito” foi filho do casamento do líder da revolução cubana com Mirtha Díaz-Balart, sua primeira mulher.

Nascido em 1 de setembro de 1949, graduado em Física na ex-União Soviética, “Fidelito” havia ocupado o cargo de Secretário Executivo da Comissão de Assuntos Nucleares de 1983 até 1992.

Fonte: AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chuva causa acidentes e complica o trânsito na manhã desta sexta (2)

Carreta tomba, atravessa a pista do Anel e arrasta carros