Defesa Civil atende 25 ocorrências relacionadas à chuva em sete horas

Em um intervalo de apenas 7h, entre a madrugada e a manhã desta terça-feira (6), a Defesa Civil de Belo Horizonte atendeu pelo menos 25 ocorrências relacionadas à chuva que ainda não deu trégua desde a última semana. A maior parte das ocorrências foram de deslizamento e risco de deslizamento de encosta, que juntas somaram 14 dos atendimentos do órgão. 

Foram atendidos dois desabamentos parciais de muro de arrimo, quatro risco de desabamento de muros, seis deslizamentos de encosta, oito riscos de deslizamentos e dois registros de risco de desabamento de moradia. 

Na rua Pilar, no bairro Grajaú, na região Oeste de Belo Horizonte, o Corpo de Bombeiros atuou nesta manhã no corte de uma árvore de grande porte que desabou e atingiu a sacada de um apartamento de um prédio residencial. A árvore caiu na noite de segunda-feira (5), porém, era necessário o apoio da Cemig, já que a fiação fico sob a árvore. 

Como a empresa só poderia atuar na manhã desta terça, os bombeiros voltaram a ser acionados pelos moradores nesta manhã para realizarem o corte da árvore. 

A região Oeste foi a mais atingida pela chuva até o momento, já tendo ultrapassado nos seis primeiros dias de fevereiro todo o esperado para o mês. A regional já registrou 202,6 mm, sendo que a média histórica para o mês é de 188,4 mm. A região de Venda Nova também já passou do esperado, com 195,8 mm chovidos. 

Mas estes índices são altos em praticamente todas as regionais, que poderão ultrapassar a média histórica de fevereiro ainda nesta terça-feira, de acordo com a Defesa Civil. A região do Barreiro está a 2% de atingir a média, com 184,9 mm, enquanto a região Nordeste está a 4% do esperado para o mês, com 180 mm. A regional Noroeste está com 90% da média, com 170,2 mm. 

E a Defesa Civil já emitiu um novo alerta de chuva para esta terça-feira e que é válido até 8h da manhã de quarta-feira (7). EStão previstos de 20 a 40 mm de chuva, acompanhadas de rajadas de vento de até 40 km/h. 

 

Contagem

Não foi apenas na capital mineira que a Defesa Civil teve trabalho nesta madrugada. Em Contagem o órgão também precisou atender pelos oito ocorrências relacionadas à chuva. 

Segundo o órgão, parte de um imóvel desabou no bairro Eldorado e foi constato que o local onde houve o desabamento havia sido interditado durante o dia pelos fiscais. Uma nova vistoria será feita na manhã desta terça no imóvel.

Além disso, no bairro Parque Ayrton Senna houve a queda parcial de um galpão. No local, o passeio e parte da rua estão caindo, havendo o risco de novos desabamentos. O galpão fica localizado na rua Canavieira. 

FOTO: DENILTON DIAS / O TEMPO
GALPÃO CONTAGEM
Desabamento em galpão já engoliu passeio e parte da rua

Os fiscais da Defesa Civil de Contagem atenderam também uma ocorrência de telhas quebradas, gerando infiltração e alagamento em um apartamento, onde uma idosa mora sozinha. Foram doados dois pedaços de lona e um galão de água sanitária, e a idosa dormiu na casa de um filho. Já no bairro Colorado, o órgão foi acionado para uma grave infiltração, porém, a equipe não conseguiu realizar a vistoria por se tratar de um local de difícil acesso e escuro, retornando nesta manhã. 

Ainda foram constatados alagamentos na avenida Pio XII, na rotatória da avenida Teleférico, na rua Damas Ribeiro com São Sebastião, às margens do Sarandi e na rua Dr. Cassiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mega-Semana de Carnaval oferece ao apostador mais um sorteio milionário – R$ 56 milhões

Brasil confirma primeiro caso de febre amarela urbana em 76 anos

Defesa Civil atende 25 ocorrências relacionadas à chuva em sete horas

Em um intervalo de apenas 7h, entre a madrugada e a manhã desta terça-feira (6), a Defesa Civil de Belo Horizonte atendeu pelo menos 25 ocorrências relacionadas à chuva que ainda não deu trégua desde a última semana. A maior parte das ocorrências foram de deslizamento e risco de deslizamento de encosta, que juntas somaram 14 dos atendimentos do órgão. 

Foram atendidos dois desabamentos parciais de muro de arrimo, quatro risco de desabamento de muros, seis deslizamentos de encosta, oito riscos de deslizamentos e dois registros de risco de desabamento de moradia. 

Na rua Pilar, no bairro Grajaú, na região Oeste de Belo Horizonte, o Corpo de Bombeiros atuou nesta manhã no corte de uma árvore de grande porte que desabou e atingiu a sacada de um apartamento de um prédio residencial. A árvore caiu na noite de segunda-feira (5), porém, era necessário o apoio da Cemig, já que a fiação fico sob a árvore. 

Como a empresa só poderia atuar na manhã desta terça, os bombeiros voltaram a ser acionados pelos moradores nesta manhã para realizarem o corte da árvore. 

A região Oeste foi a mais atingida pela chuva até o momento, já tendo ultrapassado nos seis primeiros dias de fevereiro todo o esperado para o mês. A regional já registrou 202,6 mm, sendo que a média histórica para o mês é de 188,4 mm. A região de Venda Nova também já passou do esperado, com 195,8 mm chovidos. 

Mas estes índices são altos em praticamente todas as regionais, que poderão ultrapassar a média histórica de fevereiro ainda nesta terça-feira, de acordo com a Defesa Civil. A região do Barreiro está a 2% de atingir a média, com 184,9 mm, enquanto a região Nordeste está a 4% do esperado para o mês, com 180 mm. A regional Noroeste está com 90% da média, com 170,2 mm. 

E a Defesa Civil já emitiu um novo alerta de chuva para esta terça-feira e que é válido até 8h da manhã de quarta-feira (7). EStão previstos de 20 a 40 mm de chuva, acompanhadas de rajadas de vento de até 40 km/h. 

 

Contagem

Não foi apenas na capital mineira que a Defesa Civil teve trabalho nesta madrugada. Em Contagem o órgão também precisou atender pelos oito ocorrências relacionadas à chuva. 

Segundo o órgão, parte de um imóvel desabou no bairro Eldorado e foi constato que o local onde houve o desabamento havia sido interditado durante o dia pelos fiscais. Uma nova vistoria será feita na manhã desta terça no imóvel.

Além disso, no bairro Parque Ayrton Senna houve a queda parcial de um galpão. No local, o passeio e parte da rua estão caindo, havendo o risco de novos desabamentos. O galpão fica localizado na rua Canavieira. 

FOTO: DENILTON DIAS / O TEMPO
GALPÃO CONTAGEM
Desabamento em galpão já engoliu passeio e parte da rua

Os fiscais da Defesa Civil de Contagem atenderam também uma ocorrência de telhas quebradas, gerando infiltração e alagamento em um apartamento, onde uma idosa mora sozinha. Foram doados dois pedaços de lona e um galão de água sanitária, e a idosa dormiu na casa de um filho. Já no bairro Colorado, o órgão foi acionado para uma grave infiltração, porém, a equipe não conseguiu realizar a vistoria por se tratar de um local de difícil acesso e escuro, retornando nesta manhã. 

Ainda foram constatados alagamentos na avenida Pio XII, na rotatória da avenida Teleférico, na rua Damas Ribeiro com São Sebastião, às margens do Sarandi e na rua Dr. Cassiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mega-Semana de Carnaval oferece ao apostador mais um sorteio milionário – R$ 56 milhões

Brasil confirma primeiro caso de febre amarela urbana em 76 anos