Bloco Tico Tico pode entrar na Justiça para conseguir desfilar

O Bloco de Carnaval Tico Tico Serra o Copo pode ir para a Justiça para tentar viabilizar seu cortejo. Isso porque o trajeto proposto pelo bloco não foi aprovado pelo Corpo de Bombeiros. O grupo encaminhou uma carta à corporação na tentativa de negociar a realização seu décimo cortejo.

O desfile do bloco está marcado para o próximo domingo (11). Segundo a carta encaminhada aos bombeiros,  neste ano o cortejo passa pelo túnel da avenida Cristiano Machado por cerca de 40 minutos. Esse seria o principal problema para a liberação dos bombeiros. Por causa do número de foliões neste ano, os Bombeiros querem evitar trajetos em túneis e viadutos.

Segundo o bloco, o cadastro do itinerário feito pelo site da prefeitura em novembro do ano passado. O Tico Tico defende na carta enviada aos bombeiros que não tem trio elétrico, equipamento eletrônico ou qualquer outra estrutura que possa gerar o risco de incêndio.

A expectativa do bloco é que 2 mil pessoas participem do cortejo. “Em relação ao trajeto, aprovou-se perante a BHTrans e a Belotuir a inclusão do túnel que dá acesso à Avenida Cristiano Machado. Esclarece-se, de antemão, que o túnel possui cerca de 500,00 m (quinhentos metros) de extensão e 20,00 m (vinte metros) de largura, ou seja, uma área de 10.000,00 m² (dez mil metros quadrados). Se porventura o túnel for ocupado em toda a sua extensão pelos 2.000 foliões que eventualmente integrarão o bloco (ressalta-se, novamente, que se trata de estimativa super mensurada), está se falando em 0,2 pessoas por metro quadrado, índice 37,5 vezes inferior ao que se considera configurada situação de pânico (de acordo com o representante do Corpo de Bombeiros, o índice de pânico é superior a 7,5)”, escreveu o bloco.

Na carta enviada aos bombeiros os organizadores do bloco se propuseram ainda a orientar os foliões quanto a segurança durante o desfile. O Tico Tico quer resolver com o Corpo de Bombeiros a situação primeiro, mas se não for possível, eles podem entrar na Justiça para conseguir desfilar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Metrô de BH falha e usuários descem no meio do trilho

Em primeira ‘decisão’ de 2018, Atlético estreia na Copa do Brasil contra xará acreano