‘Maníaco de Contagem’ é julgado pelo 5ª estupro e homicídio

Divulgação

Começou, na manhã desta quarta-feira (7), o quinto e último julgamento do homem conhecido como “maníaco de Contagem”, na Câmara Municipal de Ibirité, na região metropolitana da capital.

Marcos Antunes Trigueiro é acusado de estuprar e matar cinco mulheres na na região metropolitana de Belo Horizonte, em 2009.

O suspeito só foi localizado após o rastreamento dos aparelhos de celular das vítimas roubados por ele após os estupros e homicídios, um ano depois dos crimes.

Além disso, exames de DNA comprovaram que o sêmen encontrado no corpo de três das vítimas era do maníaco.

Ele está detido na Complexo Penitenciário Nelson Hungria. No momento em que ele chegou à câmara, os presentes se mostraram revoltados, gritaram e vaiaram o acusado.

Nesta quarta, Trigueiro vai a juri pelo estupro e morte da comerciante Adina Feitor Porto, de 34 anos, assassinada em janeiro de 2009.

O advogado de defesa Rodrigo Bizzotto informou que o réu já foi condenado a 130 anos de prisão pelos demais crimes e que somadas todas as penas, podem chegar a 150 anos.

“O Ministério publico está aproveitando a situação e colocando crimes, como ocultação de cadáver e furto, que não cabem. Vamos rechaçar estas teses e tentar manter as penas perto de um patamar mínimo: 12 a 30 pelo homicídio e 6 a 10 para o estupro”, afirmou.

Trigueiro é réu confesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mesmo sem participação de Uberlândia Samu deve começar a operar em março na região

Paciente com meningite foge da UAI Roosevelt, em Uberlândia, e família procura por ele