Médica é assaltada e funcionários de centro de saúde fazem paralisação

Uma médica foi assaltada e teve o carro roubado na manhã desta quarta-feira (7) quando chegava para trabalhar no no Centro de Saúde Jaqueline, na região Norte de Belo Horizonte.  A informação foi repassada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), que afirmou ainda que o centro de saúde ficou fechado.

Segundo o Sindibel, a médica foi roubada, por volta de 6h55, na rua Agenor de Paulo Estrela.  Além do carro foram levados documentos e outros pertences pessoais da médica. “Assustados os servidores que trabalham na unidade suspenderam os atendimentos do dia. Eles permanecem no local reorganizando a agenda e realizando trabalhos internos”, informou o sindicato.

Publicidade

Ainda de acordo com o Sindibel este é o quarto roubo a carro registrado na unidade desde o final de 2017 até o momento.  O  sindicato afirma que os roubos a funcionários na região é frequente. “O Sindibel reafirma que a violência registrada nos Centros de Saúde da cidade provoca prejuízo ao bom atendimento nas unidades, gerando insegurança e transtorno para servidores e usuários”, concluiu o sindicato.

De junho de 2017 a 19 de janeiro de 2018 foram registrados 309 casos de violência somente nas Unidades de Pronto Atendimento de Belo Horizonte. A reportagem de O TEMPO aguarda resposta da Secretaria de Saúde sobre o caso. 

Publicidade

Assista: ‘Agricultura Produtos Agrícolas’ comemora 5 anos de sucesso

Publieditorial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite o comentário
Por favor, digite seu nome