Homem é morto e arrastado para linha do trem no bairro Vista Alegre

Um homem identificado por Márcio Oliveira Júnior, de 36 anos, foi apedrejado até a morte na madrugada desta quinta-feira (8), no bairro Vista Alegre, na região Oeste, e teve o corpo arrastado para a linha do trem, possivelmente para ser atropelado. A vítima estava seminua, com as calças e a cueca abaixadas.

O crime aconteceu no final da avenida Padre José Maurício, quase na esquina com a rua Martins Soares. Segundo moradores, a região é dominada pelo tráfico de drogas. “Aqui é assim: se não andar na linha com os traficantes, morre atropelado pelo trem”, comentou um morador, que não quis se identificar.

Vários outros moradores confirmaram que a região é dominada pelo tráfico de drogas e que os criminosos costumam matar e jogar os corpos das vítimas na linha do trem. “Aqui é local de execução. Deve ser dívida com o tráfico. Geralmente, eles fazem isso quando estão com muita raiva da pessoa, para colocar na linha para o trem passar por cima também”, comentou um morador.

O trabalho da perícia impediu a passagem de uma locomotiva. Segundo o maquinista, que pediu para não ser identificado, é comum encontrar corpos naquele trecho da ferrovia. “É comum a gente passar por aqui e encontrar corpos às margens da linha. Já encontrei dois corpos às margens da linha, mas, em cima da linha, essa é a primeira vez. Segundo colegas, direto eles encontram corpos por aqui. Já aconteceu, inclusive, da composição passar por cima de corpos”, afirmou o maquinista.

Tráfico

A jaqueta de couro preta e a camisa da vítima, que estavam manchadas de sangue, e uma carteira de trabalho, R$ 14 e um cartão do Bolsa Família, em nome da vítima, foram encontrados próximo a um ponto de ônibus, a cerca de 15 metros de distância. Havia um rastro de sangue até à linha do trem, o que leva a polícia a acreditar que o corpo foi arrastado e ficou despido devido ao atrito com as pedras.

O cabo do 5º Batalhão da PM, Mateus Bragança Cardoso, confirmou que o crime pode ter ligação com o tráfico de drogas. “É um local de tráfico de drogas, com um grande fluxo de usuários de drogas. É provável que o crime esteja ligado ao tráfico de drogas”, acredita o militar.

Márcio Oliveira tinha passagens pela polícia por furto e roubo. Moradores disseram não conhecê-lo. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e a Polícia Civil vai instaurar inquérito para apurar a autoria e motivação do crime.

Atualizada às 12h42

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jovem usa farda da PM como fantasia em festa de Carnaval e é presa

IPTU 2018 terá desconto maior e mais opções de pagamento