Quadrilha atira contra quartel e cerca casa de PMs para explodir banco

Quatro pessoas, entre elas uma mulher, foram presas nesta quinta-feira (8) suspeitas de participação na explosão do Banco do Brasil de Rio Pardo de Minas, no Norte de Minas. Os criminosos chegaram a cercar a casa de militares que estavam de folga.

Segundo a Polícia Militar, a quadrilha, com cerca de 15 criminosos, chegou à cidade por volta das 2h em carros e motocicletas. Eles se dividiram em três grupos, sendo que um foi em direção ao quartel e começou a atirar para os dois militares que estavam no local não saíssem. Houve troca de tiros e ninguém ficou ferido.

Uma outra parte do bando foi em direção às residências dos outros policiais e começaram a monitorar para que ninguém saísse. Já o restante explodiu a agência bancária, localizada no centro da cidade.
Toda a ação durou cerca de 45 minutos. Em seguida, os bandidos por uma estrada de terra. Os quatros presos ainda não tiveram os nomes divulgados, e com eles a polícia localizou R$ 40 mil que foi levado do banco.

A ocorrência ainda está em andamento e policiais de Rio Pardo de Minas, com ajuda de militares de cidades vizinhas, ainda fazem buscas na região. Outras informações desse caso serão repassadas à imprensa no decorrer desta noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Motorista é assassinado com tiro na cabeça ao tentar fugir de assalto

PM apreende ecstasy que seria usado no Carnaval em Uberlândia