Mãe foge e filha “cadeirante” acaba conduzida com drogas e celulares, no Jardim Célia

Uma jovem que está na cadeira de rodas desde que foi vítima de um acidente foi conduzida à delegacia de Uberlândia na noite desta sexta-feira, 10, suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas no Bairro Jardim Célia.

A Polícia Militar recebeu denúncias de populares informando sobre o comércio de entorpecentes em uma casa na Rua Ixora. Segundo as informações, a mulher também distribuía drogas e celulares no sistema prisional para os presos.

Quando os militares chegaram, a mulher indicada na denúncia havia fugido e deixado para trás a filha, de 19 anos, responsável pelos materiais encontrados. São eles: duas balanças de precisão, carregadores de celular,  mini celulares já prontos para passar no raio-X do sistema prisional sem serem identificados, além de materiais para embalar as drogas e 200 gramas de maconha prontas para venda.

A jovem chegou a ligar para mãe informando sobre a presença da guarnição policial na residência, mas a mulher não quis aparecer e deixou a filha “abraçar” os materiais apreendidos.

Repórter no local: Bruno Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Suspeito com duas passagens por homicídios é preso suspeito de furtar ferramentas em Uberlândia

Policial sofre infarto após tentativa de assalto em Contagem

Mãe foge e filha “cadeirante” acaba conduzida com drogas e celulares, no Jardim Célia

Uma jovem que está na cadeira de rodas desde que foi vítima de um acidente foi conduzida à delegacia de Uberlândia na noite desta sexta-feira, 10, suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas no Bairro Jardim Célia.

A Polícia Militar recebeu denúncias de populares informando sobre o comércio de entorpecentes em uma casa na Rua Ixora. Segundo as informações, a mulher também distribuía drogas e celulares no sistema prisional para os presos.

Quando os militares chegaram, a mulher indicada na denúncia havia fugido e deixado para trás a filha, de 19 anos, responsável pelos materiais encontrados. São eles: duas balanças de precisão, carregadores de celular,  mini celulares já prontos para passar no raio-X do sistema prisional sem serem identificados, além de materiais para embalar as drogas e 200 gramas de maconha prontas para venda.

A jovem chegou a ligar para mãe informando sobre a presença da guarnição policial na residência, mas a mulher não quis aparecer e deixou a filha “abraçar” os materiais apreendidos.

Repórter no local: Bruno Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Suspeito com duas passagens por homicídios é preso suspeito de furtar ferramentas em Uberlândia

Policial sofre infarto após tentativa de assalto em Contagem