Bombeiros fazem busca por braço de vítima de acidente com ônibus

O Corpo de Bombeiros retornou, na manhã desta quarta-feira (14), ao local do grave acidente com um ônibus que deixou cinco pessoas mortas e 18 feridas na noite anterior, no bairro Mangueiras, na região do Barreiro, em Belo Horizonte. A corporação fez uma vistoria e uma varredura no córrego onde o coletivo caiu. 

Conforme os bombeiros, foi feita uma varredura em busca de pertences das vítimas e, também, do braço de um das vítimas que teria sofrido uma amputação no acidente. A corporação explicou que foi levantada uma dúvida quando ao membro da vítima e foi feita uma varredura no local, entretanto, aparentemente, não houve amputação e sim amassamento do braço do ferido.

Segundo eles, como o acidente aconteceu na parte da noite e as condições de visibilidade eram baixas, é praxe os militares retornarem ao local no dia seguinte para analisarem as ferragens e recolherem pertences de vítimas que poderiam estar nas ferragens ou em local de difícil acesso. Entretanto, após o “pente-fino”, apenas uma carteira de identidade de um adolescente de 16 anos que estaria entre as vítimas foi localizada pelos militares no leito do córrego. 

O ônibus da linha 305 (Estação Diamante/Mangueiras) perdeu o controle e desceu a rua em alta velocidade. Após bater no meio-fio, o veículo “decolou” e acabou indo parar dentro do córrego Mangueiras, na rua José Luiz Raso, ficando com a frente escorada em um muro do outro lado do curso d’água e a traseira dentro do leito. 

Além do motorista, Márcio João de Carvalho, de 58 anos, também morreram Naiara Dias Martins, de 30 anos, Deise Fátima Trindade, de 56, e Maria do Carmo Pereira Santos, de 73. As passageiras e o funcionário da empresa de ônibus começam a ser velados ainda nesta quarta. A quinta vítima, também uma mulher, segue no Instituto Médico Legal (IML) da capital aguardando a liberação do corpo.

Segundo o último boletim médico, divulgado às 22h de terça-feira pela Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig), nove dos 18 feridos no acidente foram encaminhados para o Hospital de Pronoto-Socorro (HPS) João XXIII. Deles, três estão em estado grave.

As outras seis vítimas estão estáveis, ainda conforma a unidade de saúde, porém, cinco delas precisarão passar por procedimentos cirúrgicos. Dentre os nove feridos levados para o HPS, estão quatro homens e cinco mulheres com idades entre 14 e 32 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Escritório de advocacia é apontado como cabeça em esquema de corrupção

Corretora em Ituiutaba apresenta opções em consórcios com até 80 meses para pagar