Pai do menino Matheus agradece mensagens de apoio e solidariedade

Fonte: Divulgação

Na tarde da última quinta-feira, 15, o pequeno Matheus Henrique da Silva Alves, de 10 anos, não resistiu ao tratamento que fazia contra a leucemia e faleceu no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). E na manhã desta sexta-feira, o pai do menino reclamou do poder público e agradeceu todas as mensagens de solidariedade.

Pouco após o sepultamento do corpo de Matheus, que ocorreu no Cemitério Campo do Bom Pastor, Orcioly Alves, pai do garoto, reclamou da postura do município e do estado, que haviam recebido uma liminar na qual deveriam comprar um medicamento para o menino, o que não ocorreu.

“A gente fica chateado por que a gente entrou com uma ação judicial e por incompetência do município ou do estado, fiz uma pergunta, em entrevistas anteriores, sobre quanto custa uma vida, não tive uma resposta e meu filho veio a óbito por falta de cumprimento de uma ordem judicial. Covardes”, desabafou.

Apesar de toda a tristeza pela perda do filho, Orcioly agradeceu todo o apoio que teve durante o tratamento de Matheus e as mensagens de solidariedade que a família recebeu.

“Agora, o que a gente tem que fazer é agradecer a população, a solidariedade de todo mundo, a Polícia Civil, a Militar também, e a todos que se empenharam na campanha do Mateus, as pessoas que ficaram comovidas. Em nome da minha família, a gente agradece a solidariedade de todos”, disse.

Saiba Mais

Família de menino de 9 anos que tem leucemia grava vídeo para pedir ajuda

Mesmo após liminar, estado e município não disponibilizam medicamento para tratamento de menino que tem leucemia

Sem conseguir transplante e medicação para leucemia, morre no HC-UFU o pequeno Matheus

Informações: Vinícius Lemos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Homem que se passava por policial civil para aplicar golpes é preso

Corpo de homem de 65 anos é retirado de represa em Monte Alegre