O Secretário de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais, Sérgio Barboza Menezes, solicitou nesta sexta-feira (16) uma reunião com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, para tratar de medidas que evitem fugas de criminosos do Rio de Janeiro para Minas após o decreto de Michel Temer (PMDB) de intervenção federal – por meio das Forças Armadas – na segurança do Estado vizinho.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), os secretários de segurança dos estados de São Paulo e Espírito Santo também solicitaram participação nessa reunião. Segundo o portal “G1”, Torquato Jardim disse que o encontro acontecerá na próxima quinta-feira (22). A assessoria da Sesp, no entanto, não confirma a informação.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

Com os criminosos do Rio acuados, logo se pensa no risco deles virem para Minas, Estado vizinho. Mas especialistas duvidam que essa fuga vá acontecer. Para eles, a intervenção não terá força para conter a criminalidade a longo prazo e o máximo que fará é fazer os bandidos se esconderem por um tempo. De qualquer modo, órgãos de segurança de Minas garantem ações para minimizar o risco.

A Polícia Rodoviária Federal informou que vai adequar o policiamento nas divisas e reforçar ações de inteligência. Já a Polícia Federal declarou que mantém monitoramento constante das situações de risco e que vai atuar prontamente em caso de evasão de criminosos de Estados vizinhos. O governo mineiro informou que “está atento e já em planejamento de ações para evitar qualquer resquício negativo da segurança no Rio”.

CCAA Capinópolis

“Vai ter mais gente fardada na rua e uma melhora aparente na segurança nos primeiros meses, mas depois as coisas voltam ao que eram, porque não é possível manter o efetivo na rua o tempo todo”, afirmou o analista criminal Guaracy Mingardi.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui