Sem conseguir transplante e medicação para leucemia, morre no HC-UFU o pequeno Matheus

O pequeno guerreiro Matheus Henrique da Silva Alves, de 10 anos, que lutava contra leucemia e aguardava transplante de medula óssea em Uberlândia, morreu na tarde desta quinta-feira, 15, por volta de 14h. A TV Vitoriosa vinha acompanhando o drama do garotinho desde outubro de 2017, ajudando na campanha feita pela família nas redes sociais a fim de conseguir o dinheiro necessário para comprar o medicamento.

O remédio é importado dos Estados Unidos e custa R$ 52 mil. Uma liminar da Justiça foi expedida e determinava que o município e o estado entregassem o medicamento, que não é disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), num prazo máximo de 15 dias.

Porém, mais de um mês depois a ordem não foi cumprida e Matheus estava internado no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), a espera ou do transplante da medula óssea compatível, ou do medicamento para tratar leucemia.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou por meio de nota ter sido notificada da determinação judicial no dia 11 de janeiro e, desde então, iniciou o processo de licitação do medicamento. No entanto, como ele é importado, levaria aproximadamente 2 meses para ser entregue à família. Disse também que analisava passar o valor do medicamento, pedido que estava em análise, diretamente para a família.

Relembre o caso:

Família de menino de 9 anos que tem leucemia grava vídeo para pedir ajuda

Mesmo após liminar, estado e município não disponibilizam medicamento para tratamento de menino que tem leucemia

Veja a reportagem completa de Kátia Medeiros

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Denúncia de vizinhos leva PM a encontrar idosa trancada em barracão

PC prende homem suspeito de estupro em Ituiutaba e um foragido do Estado de Sergipe