Setor de serviços em Minas Gerais recua 1,0% em dezembro

Os dados são do IBGE-MG e o setor de serviços em Minas Gerais apresentou, em dezembro, uma redução de 1,0% frente a novembro, na série com ajuste sazonal. Cabe destacar que o resultado para o Brasil no mesmo período foi positivo: avanço de 1,3% no índice de volume de serviços.

As maiores variações positivas de volume, ainda em relação ao mês anterior, foram registradas Roraima (15,1%), Maranhão (5,4%) e Espírito Santo (4,6%). Já as variações negativas mais acentuadas foram observadas no Tocantins (-12,7%), Ceará (-3,4%) e Mato Grosso (-2,6%).

Quanto aos resultados sem ajuste sazonal, na comparação com igual mês do ano anterior, Mato Grosso (48,8%), Roraima (10,1%) e Amazonas (8,0%), foram as unidades da federação que apresentaram as maiores variações positivas. Por outro lado, as quedas mais expressivas foram registradas no Tocantins (-18,4%), Ceará (-16,6%) e Amapá (-11,0%). Minas Gerais apresentou um recuo de 4,4% nessa comparação, enquanto o resultado nacional foi de aumento de 0,5%, ainda na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

O resultado anualizado (variação acumulada em doze meses) foi negativo tanto para Brasil (-2,8%) quanto para Minas Gerais (-2,5%), representando o 39º resultado negativo consecutivo para o estado. Duas das 27 unidades da federação apresentaram resultados positivos no acumulado de doze meses: Mato Grosso (15,8%) e Paraná (5,0%); por outro lado, as quedas mais expressivas foram registradas no Amapá (-14,3%) e em Tocantins (-11,6%), como se pode observar na Tabela 1.

Já os resultados por atividade em Minas Gerais apontam que os segmentos de serviços de
informação e comunicação (-11,0%) e transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-2,1%) apresentaram variação negativa do volume de serviços, em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Já os serviços prestados às famílias (20,3%), outros serviços (10,2%) e serviços profissionais, administrativos e complementares (5,7%) registraram variações positivas do volume de serviços, também em relação ao mesmo mês do ano anterior (Tabela 2).

Em síntese, em que pese o setor de serviços ter registrado no mês de dezembro crescimento de 0,5% e uma estabilidade no 4º trimestre no país, o ano de 2017 ainda foi caracterizado por uma retração das atividades de serviços, com variação acumulada de -2,8% e uma predominância de resultados acumulados negativos entre os segmentos investigados. Minas Gerais mantém a mesma tendência do país no ano de 2017 com variação acumulada de -2,5%, embora os resultados acumulados por segmentos investigados variem.

‘The Beastlies’: J.J. Abrams e Mattel se unem para lançar filmes baseados em brinquedos

Homem desobedece ordem de parada, se acidenta e é preso em Ituiutaba