Motociclista foge de abordagem da PM, garupa cai e morre em BH

Uma pessoa que estava na garupa de uma moto morreu, na noite de domingo (18), após cair do veículo enquanto o condutor fugia de uma abordagem policial no bairro Funcionários, na região Centro-Sul de Belo Horizonte

De acordo com a Polícia Militar, a fuga aconteceu durante a montagem da operação BH Mais Segura, por volta das 23h20, na esquina da rua Cláudio Manoel com a avenida Afonso Pena. 

Três motociclistas em atitude suspeita, todos com garupeiros, pararam no sinal de trânsito. Ao serem abordados pelos PMs, eles não obedeceram a ordem de parada e fugiram em alta velocidade pela avenida Afonso Pena, no sentido centro.

Os militares pediram reforço pelo rádio para que fosse feita uma operação de cerco e bloqueio e que o trajeto das motos fosse acompanhado pela câmeras do Olho Vivo.

Ao fazer a curva sobre o viaduto Itamar Franco, no bairro Prado, região Oeste da capital, o piloto de uma moto Titan de cor vermelha sofreu um acidente, quando o garupeiro caiu.

O impacto foi tão forte, segundo a PM, que o capacete da vítima quebrou. O piloto, mesmo ferido, conseguiu fugir com a moto, deixando o corpo do garupeiro para trás. A vítima foi identificada como Diego Roger Gonçalves Silva, de 18 anos.

A moto envolvida no acidente foi encontrada abandonada mais tarde e a PM conseguiu localizar um irmão do proprietário. O piloto, Anderson Cardoso da Silva, de 24 anos, foi localizado pela PM no Hospital de Pronto-Socorro João 23, onde procurou atendimento médico.

Anderson foi submetido ao teste do bafômetro e deu que ele estava embriagado, com zero um vírgula nove milímetros de álcool por litro de ar de expelido.

Um outro piloto também foi localizado. Sérgio Murilo de Abreu Gonçalves, de 22 anos, se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ele e Anderson estão neste momento no Detran, onde a ocorrência está sendo encerrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Maior liderança de facção de SP, Gegê do Mangue, é assassinado no Ceará

Em jogo com polêmicas e brilho de argentino, Atlético goleia o América e ameniza crise