Com previsão de chuvas até domingo, Defesa Civil de Uberlândia dá dicas de proteção

Boletins meteorológicos têm apontado que a semana será de pancadas de chuva em Uberlândia. E é por isso que a Defesa Civil reforça algumas medidas que podem ser tomadas pelos cidadãos no intuito de evitar problemas durante períodos chuvosos.

A principal orientação é acondicionar bem o lixo doméstico e colocá-lo em local adequado para a coleta. O descarte em locais não adequados favorece que a sujeira seja levada pela água pluvial até a rede e, conseqüentemente, entupa bueiros e bocas de lobo. Isso pode ocasionar enxurradas e inundações, uma vez que a água da chuva não terá local para escoamento, além de gerar refugo (volta) do esgoto para as residências.

“A Defesa Civil está sempre em alerta e estamos preparados para atender possíveis ocorrências. Em casos de previsão de chuvas mais fortes, nós orientamos a população a evitar os locais com maior risco de alagamento e aos motoristas que não tentem atravessar vias repletas de água”, afirmou o diretor da Defesa Civil de Uberlândia, capitão João Batista Afonso.

Afonso explica ainda que a Defesa Civil atua na prevenção de riscos e preservação da vida. “Emitimos alertas diários ou a qualquer momento que se fizer necessário para orientar a população como proceder em caso de chuvas ou temporais. Paralelamente, mantemos equipes de prontidão para intervir caso necessário conforme atribuições e ações previstas no Plano de Emergência Pluviométrico (PEP)”, contou.

Alerta por SMS

Importante ressaltar que a população também pode receber alerta sobre desastres naturais via mensagem de texto pelo celular. Desde janeiro de 2018, interessados em receber informações sobre possíveis desastres meteorológicos devem enviar um SMS para o número 40199 com o número do Código de Endereçamento Postal (CEP) da área de interesse.

Assim que o procedimento é feito, o número cadastrado estará apto para conferir os alertas da Defesa Civil. A qualquer momento, se o cidadão desejar, também é possível cancelar o recebimento das mensagens. O serviço é gratuito e alerta a comunidade sobre vendavais, tempestades, alagamentos, riscos de deslizamentos e outros fenômenos naturais.

Trabalhos essenciais

A Prefeitura de Uberlândia trabalha para fazer com que a cidade fique limpa e, além das coletas domiciliar e seletiva, realiza outros serviços, como a retirada de lixo dos bueiros e bocas de lobo. Um trabalho preventivo que impede entupimentos de rede durante as chuvas e destina o lixo para o local adequado. Mas é preciso a conscientização e mobilização da população para o descarte correto. Há ainda o serviço de cata-treco (que pode ser acionado pelo 3212-5356) e Ecopontos instalados em locais estratégicos para atender a toda população.

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) também tem trabalhado de forma permanente e intensa para amenizar os efeitos das chuvas que atingiram o município desde o começo do ano.  “As solicitações de retorno de esgoto nas ruas e refluxo aumentam no período chuvoso e nós trabalhamos para atender todas as demandas o mais rápido possível. É importante as pessoas informarem os danos por meio do telefone 115 para o reparo ser providenciado o mais rápido”, explicou o diretor técnico do Dmae, Carlos Henrique Lamounier.

Tapa buracos

Outra frente trabalha para melhorar as condições das ruas e avenidas de todos os setores da cidade. É o caso das equipes da Secretaria Municipal de Obras, que, em 2017, taparam quase 72 mil buracos e deformidades nas vias. Apenas em dezembro, mais de 6,9 mil correções foram feitas no asfalto.

Desde então, as restaurações se estenderam mês a mês até chegar à marca de quase 20 mil toneladas de massa asfáltica utilizadas nas benfeitorias. Este número representa 216 mil m² de área corrigida. Em 2018, a operação continua e todo cidadão que verificar problemas nas ruas e avenidas da cidade pode entrar em contato pelo Serviço de Informação Municipal (SIM) – 3239-2800 para requerer o serviço.

Em caso de perigo chame:

Defesa Civil: 199

Corpo de Bombeiros193

Polícia Militar: 190

 

Regiões que requerem mais atenção da população de Uberlândia em caso de chuvas fortes e que estão sob freqüente vigilância da Defesa Civil:

Região Central
*avenida Cesário Alvim, cruzamento com a rua Belém
*avenida Cesário Alvim, cruzamento com a rua Paraná
*avenida Cesário Alvim, cruzamento com a rua Niterói
*avenida Cesário Alvim, cruzamento com a rua Alagoas
*avenida João Naves com a rua Prata (próximo ao SESC)
*avenida João Naves de Ávila com a rua Joaquim Cordeiro
*rua Olegário Maciel com a rua Carajás
*avenida Marco de Freitas Costa com a rua João Thomaz Resende e rua Indianópolis
*rua México sentido BR 365
*avenida Raulino Cotta Pacheco com a rua Conquista
*rua Antônio Marques Póvoa com Nicomedes Alves dos Santos
*avenida Geraldo Mota Batista (próximo à rua Leôncio Chaves)
*avenida Professora Minervina C. Oliveira e avenida Paulo Roberto C. Santos
*rua Adelino Franco com rua Camilo Brage

Região Oeste
*avenida Sílvio Rugani (próximo a rotatória Cel. Tobias Junqueira)
*rua Cel. Tobias Junqueira, entre rua Angazeiros e rua Jangadeiro
*avenida Getúlio Vargas (trecho Belvedere até o D’Ville)
*praça Rita do Val. BR 365
*avenida Judéia (cruzamento com a avenida Paulo Firmino)
*avenida Aldo Leão Borges (entre chácaras Panorama e Morada Nova)

Região Leste
*avenida João Naves de Ávila com avenida Belarmino Cotta Pacheco (frente à Câmara Municipal)
*rotatória avenida Montreal Athaíde de Deus Vieira
*avenida Benjamin Magalhães com avenida Anselmo Alves dos Santos
*avenida Suíça com avenida Anselmo Alves dos Santos
*avenida Felipe Calixto Milken com rua Batéia
*avenida Anselmo Alves dos Santos (próximo à BR 050)
*Parque do Sabiá
*rua Arlindo Massaro (entre Michele Virno e Jairo Marques Andrade)

Região Sul
*rua Saldanha Marinho e avenida Geraldo Abrão
*alameda Arnolde de Almeida Castro com avenida Juraci Junqueira Resende
*avenida Argemiro Evangelista Ferreira com Nicomedes Alves dos Santos
*rua Chapada dos Guimarães (ocupação do Glória)
*avenida Inconfidentes (travessia Córrego do Lagoinha)
*avenida Ana Cardoso Silva (travessia Córrego do Lagoinha)
*avenida Vasco Marcia (travessia Córrego do Lagoinha)
*rua Jaime Barros (travessia Córrego do Lagoinha)
* Anel Viário Setor Sul

Região Norte
*avenida Antônio T. F. Rezende com BR 050
*avenida Antônio T. F. Rezende entre Comendador Alex. Garcia com Alexandrino A. Vieira
*avenida Balaiadas com Antônio Thomaz Ferreira de Rezende
*alameda Audina Carrijo com avenida Cleanto Vieira (travessia Córrego do Lobo)
*avenida Cel. José Teófilo Carneiro (travessia Córrego do Lobo)

 

Dicas:

ANTES DAS CHUVAS:

– Acompanhe os boletins de avisos e alertas dos Institutos de Meteorologia pela internet  ou  pelos órgãos da imprensa;

– Dê manutenção no telhado: desobstrua os canos da laje, limpe as calhas, confira se as telhas de amianto estão pregadas;

– Não jogue lixo ou entulho em bueiros, quintais e ruas. Sempre coloque os sacos de lixo nas lixeiras,  evite deixa-los diretos na  calçada.

– Reforce muros e paredes que tenham perigo de cair;

– Faça revisão nas instalações elétricas ;

– Desligue os aparelhos elétricos, quando perceber chuvas fortes acompanhadas de raios;

– Coloquem em lugares altos, móveis e outros pertences, caso sua moradia esteja localizada em área de risco ou em locais sujeitos a alagamentos.

 

DURANTE AS CHUVAS:

– Mantenha-se atento aos níveis das águas;

– Mantenha as portas e janelas da casa fechadas para evitar entrada de ventos fortes e animais;

– Não se proteja embaixo de árvores, pois elas atraem raios e, se houver granizo, é aconselhável que as pessoas se protejam em lugares seguros, com boas coberturas.

– Não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.

– Não se arrisque em atravessar à pé ou com veículos em ruas e pontes alagadas ou com enxurradas;

– Se sua casa estiver em risco de alagamento ou desabamento, chame imediatamente o a Defesa Civil  e  o Corpo de Bombeiros;

– Em caso de alagamento é recomendado evitar contato com as águas, pois além da contaminação que pode causar graves doenças, há também o risco de choque elétrico.

 

DEPOIS DAS CHUVAS:

– Verifique as instalações elétricas antes de ligá-las;

– Faça uma revisão de possíveis danos em sua moradia (paredes, telhados…);

– Cuidado com animais (aranhas, cobras e ratos em casa).

– Verifique se houve obstrução de ralos, bueiros e calhas.

 

ORIENTAÇÕES AOS MOTORISTAS:

– Evite trafegar em vias alagadas, procure sempre rotas alternativas ou aguarde a chuva passar em lugar seguro;

– Em dias nublados, evite deixar os veículos estacionados próximos a árvores, principalmente as mais antigas;

– Não estacione seu veículo em regiões íngremes e  próximo a postes durante as chuvas;

– Durante a incidência de raios, a melhor proteção é permanecer no interior do veículo;

– Cheque o bom estado dos limpadores, da borracha das paletas e do motor dos limpadores;

– Certifique-se que o desembaçador está funcionando direito;

– Ligue as luzes durante uma chuva intensa (mesmo que seja dia claro) para que outros motoristas o vejam.

Prefeitura de Uberlândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Site da Prefeitura de Uberlândia disponibiliza carnê do IPTU para impressão

Sinalização começa a ser pintada na Avenida Nicomedes Alves dos Santos