Em Minas Gerais, Lula volta a atacar Justiça e adversários

Ex-presidente Lula em discurso em Itatiaiuçu

Durante sua visita ao acampamento do Maria da Conceição, ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) em Itatiaiuçu, na região metropolitana de Belo Horizonte, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) voltou a atacar adversários e a Justiça por conta de sua condenação no caso do triplex.

“Depois do impeachment da presidente Dilma, eles não queriam ver o PT de volta à presidência. Por isso, arrumaram esses processos contra mim. Mas uma coisa eu digo: podem colocar todos esses que me acusam dentro de um pote e extrair a honestidade de cada um, que, mesmo assim, nenhum deles terá a honestidade que eu tenho”, afirmou.

Lula também criticou a intervenção federal no Rio de Janeiro. “O Temer fez isso porque a reforma da Previdência não seria aprovada, então, está usando a segurança pública como mote para quem sabe sair candidato. Só que o exército não foi preparado para agir como polícia. Exército é para garantir soberania nacional”, completou.

Vários deputados do PT e representantes de sindicatos e movimentos sociais estiveram presentes. O governador Fernando Pimentel disse que Minas está resistindo ao ajuste fiscal do governo federal e refutou a possibilidade de intervenção federal no Estado.

“Com serenidade, Minas está resistindo ao golpe. Minas não aceitou as propostas do governo federal,   que queria que a gente fizesse um corte nas contas públicas, sacrificando o servidor público  e os serviços públicos. Isso nós nunca vamos fazer. E aqui não vai ter intervenção também não. Quem cuida de Minas são os mineiros. E mais do que isso, daqui vai sair a grande força que vai eleger novamente Lula presidente em 2018”, disse Pimentel.

Fonte: O TEMPO

Assista 4 divertidos clipes legendados de ‘Pequena Grande Vida’

Recursos do ‘Festival do Chopp’ serão utilizados para assistência aos idosos em Capinópolis