Idosa passa 15h em cativeiro durante roubo liderado por familiar

Uma idosa de 63 anos foi sequestrada e mantida refém por 15 horas durante um roubo na zona rural de Riachinho, no Noroeste de Minas, na noite desta terça-feira (20).  Segundo a Polícia Militar, a vítima estava em casa com familiares quando foi surpreendida por homens que exigiam dinheiro.

Três suspeitos de 25, 26 e 33 anos foram presos. Um deles era sobrinho da idosa e foi ele quem avisou que avisou que tinha dinheiro na casa, que fica em um assentamento às margens do Rio Urucuia. Os suspeitos prenderam os moradores no banheiro e levaram a idosa para um cativeiro há 5 km da casa.

A idosa chegou a dizer que tinha R$ 300 para dar aos criminosos, mas eles levaram a vítima, o carro da família, uma motosserra, a televisão e celulares.  A idosa ficou presa em um cativeiro, a suspeita da polícia é que os bandidos queriam pedir resgate por ela, mas acabaram desistindo.

Quando os militares encontraram a mulher ela estava presa em um banheiro com um capuz na cabeça e mãos e pés amarrados. A mulher não estava ferida, mas foi socorrida para um hospital para atendimento psicológico.

Os suspeitos abandonaram o carro na MG-202 e depois de um rastreamento, dois suspeitos foram encontrados em uma casa e presos. O terceiro suspeito, parente da vítima, foi encontrado no hospital onde a idosa estava e também preso. Ele disse aos militares que achou que tinha mais dinheiro na casa.

Os três foram levados para a delegacia. O material roubado foi recuperado e a Polícia Civil vai investigar o caso. Aos militares os suspeitos contaram que usaram uma furadeira para fingir que era uma arma. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Após beber, mulher mata a irmã a facadas e enterra o corpo no quintal

Corpo do sargento Paulo Filho é resgatado na represa de Boa Sorte seis dias após afogamento