Líder de igreja é preso por agredir idoso em falso centro terapêutico

Um homem de 38 anos foi preso, nesta quarta-feira (21), suspeito de maltratar idosos em Montes Claros, na região Norte de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar, um idoso de 74 anos foi levado pelo suspeito para um suposto Centro de Tratamento Terapêutico, no entanto ele acabou sendo agredido no local.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito é fundador de uma igreja evangélica. Foi a irmã do idoso que acionou a polícia. Segundo ela, o suspeito entregou o idoso em sua casa inconsciente e com hematomas na região do pescoço. O homem ainda pediu R$ 200 para comprar remédios para a vítima.

O suspeito deixou a casa e ficou com documentos pessoais e cartão bancário da vítima. A irmã do idoso chamou a Polícia Militar e disse que o suspeito estava com mais dois idosos e os mantinha em  condições insalubres e sendo maltratadas em um sítio localizado nas proximidades de um posto da cidade.

Depois de fazer diligências, a polícia militar encontrou os sítio, mas não havia ninguém no local. Uma bolsa com roupas e outros pertences do idoso machucado  foi encontrada.  Na casa tinha colchões e um papel da igreja. O suspeito foi identificado e preso.  O Corpo de Bombeiros atendeu o idoso e o levou para a Santa Casa de Montes Claros com hematomas no pescoço e queixa de dores na região do quadril.

A Polícia Civil vai investigar se há mais vítimas do caso e a motivação para o homem cometer o crime, bem como se ele tirava

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Usuários do metrô temem assaltos em estação que está às escuras

‘O Processo’, sobre impeachment de Dilma, estreia em Berlim e é ovacionado

Líder de igreja é preso por agredir idoso em falso centro terapêutico

Um homem de 38 anos foi preso, nesta quarta-feira (21), suspeito de maltratar idosos em Montes Claros, na região Norte de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar, um idoso de 74 anos foi levado pelo suspeito para um suposto Centro de Tratamento Terapêutico, no entanto ele acabou sendo agredido no local.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito é fundador de uma igreja evangélica. Foi a irmã do idoso que acionou a polícia. Segundo ela, o suspeito entregou o idoso em sua casa inconsciente e com hematomas na região do pescoço. O homem ainda pediu R$ 200 para comprar remédios para a vítima.

O suspeito deixou a casa e ficou com documentos pessoais e cartão bancário da vítima. A irmã do idoso chamou a Polícia Militar e disse que o suspeito estava com mais dois idosos e os mantinha em  condições insalubres e sendo maltratadas em um sítio localizado nas proximidades de um posto da cidade.

Depois de fazer diligências, a polícia militar encontrou os sítio, mas não havia ninguém no local. Uma bolsa com roupas e outros pertences do idoso machucado  foi encontrada.  Na casa tinha colchões e um papel da igreja. O suspeito foi identificado e preso.  O Corpo de Bombeiros atendeu o idoso e o levou para a Santa Casa de Montes Claros com hematomas no pescoço e queixa de dores na região do quadril.

A Polícia Civil vai investigar se há mais vítimas do caso e a motivação para o homem cometer o crime, bem como se ele tirava

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Usuários do metrô temem assaltos em estação que está às escuras

‘O Processo’, sobre impeachment de Dilma, estreia em Berlim e é ovacionado