Temporal causa afundamento de casa e deixa desalojados em Itabira

Pelo menos duas famílias estão desalojadas depois de uma forte chuva que atingiu a cidade de Itabira, na região Central de Minas, nesta quinta-feira (22). Uma das casas chegou a afundar parcialmente, segundo informações de moradores. Apesar do susto ninguém ficou ferido. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, o maior problema ocorreu no bairro Jardim das Oliveira  onde a água alagou  imóveis, causando prejuízos ao moradores. A enxurrada chegou a subir cerca de 50 centímetros, alagando também diversas ruas da cidade. “Nós atendemos quatro ocorrências, três de inundação e uma de destelhamento de residência”, relatou o sargento Wender. 

A cabeleireira Maria Piedade, 42 anos, contou que as famílias desalojadas foram para casa de parentes e vão receber auxílio moradia.  Eles perderam todos os móveis e roupas. “Uma casa afundou e saiu levando tudo que a família tinha. Está chovendo muito aqui na cidade já tem alguns dias”, contou a cabeleireira. Ela faz uma campanha para ajudar as vítimas do temporal. Os telefones para mais informações são: (31) 99656-7951  e ou (31) 3835-4222, falar com Maria Piedade.

De acordo com o TempoClima Puc Minas entre quinta-feira (22) e esta sexta-feira (23) choveram 83 milímetros em Itabira. E a previsão é que continue chovendo na cidade até, pelo menos a próxima terça-feira (27). A cidade deve ter chuva de alta intensidade, típicas de verão. “Uma taxa de chuva de 50 milímetros em 24 horas é considerada de grande intensidade e já provoca transtornos em qualquer cidade”, explica o meteorologista Heriberto dos Anjos. O sargento Wender destacou que nesta quinta choveu por cerca de uma hora e meia, mas com muita intensidade. 

A reportagem de O TEMPO não conseguiu contato com a Defesa Civil da cidade para saber o número total de desalojados e imóveis interditados na cidade. 

Veja o vídeo com os alagamentos:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chefe do PCC é morto a tiros em frente a hotel em S

Secretário de Segurança de Minas Gerais se reúne com ministro da Justiça e propõe esforço de inteligência integrado

Temporal causa afundamento de casa e deixa desalojados em Itabira

Pelo menos duas famílias estão desalojadas depois de uma forte chuva que atingiu a cidade de Itabira, na região Central de Minas, nesta quinta-feira (22). Uma das casas chegou a afundar parcialmente, segundo informações de moradores. Apesar do susto ninguém ficou ferido. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, o maior problema ocorreu no bairro Jardim das Oliveira  onde a água alagou  imóveis, causando prejuízos ao moradores. A enxurrada chegou a subir cerca de 50 centímetros, alagando também diversas ruas da cidade. “Nós atendemos quatro ocorrências, três de inundação e uma de destelhamento de residência”, relatou o sargento Wender. 

A cabeleireira Maria Piedade, 42 anos, contou que as famílias desalojadas foram para casa de parentes e vão receber auxílio moradia.  Eles perderam todos os móveis e roupas. “Uma casa afundou e saiu levando tudo que a família tinha. Está chovendo muito aqui na cidade já tem alguns dias”, contou a cabeleireira. Ela faz uma campanha para ajudar as vítimas do temporal. Os telefones para mais informações são: (31) 99656-7951  e ou (31) 3835-4222, falar com Maria Piedade.

De acordo com o TempoClima Puc Minas entre quinta-feira (22) e esta sexta-feira (23) choveram 83 milímetros em Itabira. E a previsão é que continue chovendo na cidade até, pelo menos a próxima terça-feira (27). A cidade deve ter chuva de alta intensidade, típicas de verão. “Uma taxa de chuva de 50 milímetros em 24 horas é considerada de grande intensidade e já provoca transtornos em qualquer cidade”, explica o meteorologista Heriberto dos Anjos. O sargento Wender destacou que nesta quinta choveu por cerca de uma hora e meia, mas com muita intensidade. 

A reportagem de O TEMPO não conseguiu contato com a Defesa Civil da cidade para saber o número total de desalojados e imóveis interditados na cidade. 

Veja o vídeo com os alagamentos:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chefe do PCC é morto a tiros em frente a hotel em S

Secretário de Segurança de Minas Gerais se reúne com ministro da Justiça e propõe esforço de inteligência integrado