Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

CAPINÓPOLIS, MINAS GERAIS – O presídio Estadual de Capinópolis, controlado pela Secretaria de Administração Prisional (SEAP), pode ser fechado à qualquer momento. Os detentos começaram a ser transferidos na tarde deste sábado, 24, para outras localidades.

Quatorze detentos foram transferidos após início de uma rebelião.

Caso o encerramento das atividades do presídio em Capinópolis ocorra, acentuará a crise no sistema penitenciário regional e os detentos deverão ser transferidos para cidades vizinhas.

Procurada pelo Tudo Em Dia na última sexta-feira (23), a SEAP, por meio de nota, não confirmou o fechamento de nenhuma unidade prisional no Pontal do Triângulo Mineiro, mas uma portaria publicada pela própria SEAP em 31 de Janeiro de 2018, confirmando o encerramento das atividades dos presídios de Divino, na Zona da Mata e de Ibiraci, no Sul de Minas, aumentam as suspeitas.

Alegando questões de segurança, a SEAP não informa a quantidade de presos da unidade em Capinópolis, mas, segundo apuração do Tudo Em Dia, cerca de 45 pessoas estão detidas, ultrapassando a capacidade do presídio em 15 pessoas.

Uma reforma, financiada por empresários e advogados, que estava ocorrendo no presídio de Capinópolis foi paralisada recentemente. Entre outras benfeitorias, a reforma contemplava a construção de novas celas.

Em 2015,  o Conselho Comunitário de Segurança Pública de Capinópolis (MG) – CONSEP, apresentou uma reforma na cadeia pública, antes do início da gestão do SEAP.

No final de 2017, chegou a circular, de forma não oficial, que haveria os encerramento dos presídios de Santa Vitória, Canápolis e Capinópolis, todas no Pontal do Triângulo Mineiro.

Segundo informações, lideranças do município de Canápolis foram ao gabinete do governador Fernando Pimentel no ano passado, para evitar que o presídio encerrasse atividades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Homem enganam vigia em obra e levam trator de R$ 200 mil