Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio

Ônibus é queimado em revide a suposta tentativa de homicídio, em Neves

Um ônibus da linha 6340 foi incendiado, na manhã deste sábado (24), em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o incêndio foi uma represália a uma suposta tentativa de homicídio a um menor de 17 anos. 

Segundo informações da PM, na noite de sexta-feira (23), por volta da meia noite, um grupo de jovens entraram na linha 3200 e se recusaram pagar a passagem e tentaram pular a catraca, quando o segurança da empresa, Leonardo Coura Marques, de 34 anos,  que estava no ônibus, tentou impedir. O grupo reagiu e agrediu o segurança.

Ainda de acordo com a PM, no momento da confusão, o grupo desceu do ônibus juntamente com o segurança e apenas o menor de 17 anos permaneceu no veículo. Ele relatou que quando o ônibus parou em uma estação na avenida Ida Jubeline, quatro seguranças, também da empresa, entraram no ônibus e foram tirar satisfação com ele. Na discussão, ele contou, que um dos seguranças sacou uma arma e disparou, o atingindo de raspão. O menor foi levado para UPA Joanico Cirilo de Abreu e Marques também, com esfoliações no braço e cortes na cabeça. 

O motorista da linha e  outros passageiros informaram à polícia que foram apenas dois homens que foram discutir com o menor e que ninguém viu de onde partiu o disparo.

Represália

A PM informou, que na manhã deste sábado (24), um grupo de 20 homens foram até o ponto final da linha 6340 e ordenou que o motorista abrisse o veículo. O grupo invadiu e causou o incêndio, atingindo parte da rede elétrica do local. Os motoristas que estavam lá, fugiram com os outros veículos e relataram à polícia que os suspeitos afirmaram se tratar de uma represália ao ocorrido da noite. Nenhum suspeito foi encontrado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garota de 9 anos caminha 4km para pedir ajuda após acidente em MG

Detentos de Capinópolis estão sendo transferidos, SEAP não confirmou fechamento do presídio