Betim realiza mutirão de limpeza após forte chuva que atingiu a cidade

Equipes da limpeza urbana da Prefeitura de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, começaram cedo a retirar árvores caídas, terra e lixo das ruas e avenidas da cidade. Só na avenida Juiz Marco Túlio Isaac, na altura do bairro Jardim das Alterosas, pelo menos dez bueiros foram entupidos pela sujeira. O prefeito Vittorio Medioli acompanhou os trabalhos de limpeza no bairro Cruzeiro do Sul.

O marceneiro e comerciante Alexandre Pereira, de 42 anos, estima prejuízo de R$ 50 mil. O Riacho das Areias transbordou e atingiu 40 centímetros de altura dentro da lanchonete e da oficina de marcenaria dele, na avenida Marco Túlio. “A água estragou três geladeiras, um fogão e todos os móveis da marcenaria que estavam prontos para entrega. São feitos de MDF e estragou tudo. Não sei quando vou voltar a trabalhar agora”, lamentou.

Segundo Pereira, o córrego transbordou muito rápido e a água chegou com muita força. Em 2016, segundo ele, a destruição foi maior.

A casa onde Rafael Eduardo Marqueolli, de 33 anos, mora com a avó, na mesma avenida, passou por reformas e, desta vez, ficou livre da inundação. “Levantamos a altura da casa” , disse o morador.

Segundo ele, a bacia de contenção de água da chuva que tem no bairro transbordou. “As árvores cresceram dentro da bacia e as pessoas usam o lugar como bota-fora. Até terra os caminhões despejam no buraco”, reclamou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Moradores de BH podem saber em tempo real os alertas de chuva; veja:

Dois homens sofrem dupla tentativa de homicídio em Patrocínio