Polícia flagra homem em pesca irregular e com mandado de prisão aberto em seu desfavor

Na manhã do último domingo, 25, militares da 9° CIA PM ID MAT, lotados na cidade de Ituiutaba, realizaram patrulhamento aquático na montante (parte de cima) do reservatório da UHE DE SÃO SIMÃO, no município de Capinópolis.

Esta modalidade de patrulhamento é intensificada, tendo em vista o período de Piracema (Portaria 156/2011) que se iniciou no dia 1º de novembro de 2017, tendo término no dia 28 de fevereiro de 2018.

Durante o patrulhamento, com utilização de embarcação os policiais militares ambientais fiscalizaram a pesca predatória, caça ilegal e dentre outros crimes ambientais, o militares também orientam as pessoas sobre dúvidas que tenham referente a atividades ligadas à legislação ambiental.

Além do combate e prevenção dos crimes ambientais e crimes comuns.

A Polícia Militar Ambiental como polícia ostensiva de preservação da ordem pública, leva segurança as pessoas que frequentam os mananciais, como lagos, cachoeiras e reservatórios de usinas hidrelétricas.

Assim sendo as famílias podem ter uma atividade de lazer segura, e caso queiram praticar a pesca que sigam as determinações legais, ou seja, esteja com sua licença “carteirinha” de pesca, só pesque em locais e com materiais permitidos dentre outras imposições normativas, faça uma “pesca legal”.

Durante a abordagem foi constatado que um homem estava pescando com a utilização de redes.

Diante dos fatos, em face a utilização de utilização de petrechos proibidos, e por estar em período de Piracema e com mandado de prisão em seu desfavor, foram tomadas as devidas providências.

O suspeito de 41 anos foi preso por cometimento de crime ambiental de pesca ilegal, conforme prevê artigo 34 da Lei Federal 9605/98 “Lei dos Crimes Ambientais” e também foi cumprido mandado de prisão em aberto em desfavor do abordado pelo cometimento de roubo na cidade Uberlândia, sendo ele conduzido a Delegacia da Polícia Civil de Ituiutaba para providências de Polícia Judiciária.

Foram apreendidos 100 metros de redes, 9 kg pescados diversos e um barco de alumínio.

Foi feita autuação administrativa no valor de R$ 6.458,68.

A Polícia Militar de Meio Ambiente conta com apoio da população para que, quem tiver informação que esteja ocorrendo crime ambiental em sua localidade, que faça a denuncia de forma consciente e com maior número de detalhes no número 181 (ligação gratuita e anônima) assim o trabalho dos policiais militares ambientais pode ser mais efetivo.

Preservar o Meio Ambiente é dever de todos.

Foto: Polícia Militar de Meio Ambiente

Motorista de micro-ônibus invade a casa da vizinha em Venda Nova

Inscrições para concurso público da Secretaria de Educação começam nesta segunda-feira (26/2)