Sette Câmara elogia Larghi, mas se esquiva sobre mudança no comando: ‘Mistério’

Sette Câmara disse que procurou o técnico Cuca para assumir o comando do Atlético Fonte: Alexandre Guzanshe/E.M/D.A.Press

O presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, avalia positivamente os primeiros jogos do auxiliar Thiago Larghi no comando do Galo. Ele, contudo, acredita que Larghi ainda é inexperiente e precisa adquirir mais “embocadura”, segundo palavra do próprio mandatário alvinegro. Questionado se a diretoria ainda procura um novo treinador, ele se esquivou: “Mistério”, disse, em entrevista à rádio 98FM.

Sob o comando de Larghi, em quatro jogos, o Galo perdeu um (Caldense), venceu dois (América e Botafogo-PB) e empatou outro (Tupi). O presidente do Galo acredita que o time melhorou o rendimento com o novo treinador em relação ao que vinha apresentando com Oswaldo de Oliveira.

“O Thiago é uma grata surpresa. Ele veio com o Oswaldo, a gente vem observando, a gente também escuta a voz dentro do CT de várias pessoas que a gente tem confiança e que estão lá dentro e que fazem o feedback do trabalho dele. É um rapaz estudioso, já trabalhou com o Felipão, Oswaldo, Parreira, já fez estágio com o Guardiola, e ele está indo bem. Ele está em um estágio probatório”, afirmou.

“É claro que não tem só a avaliação da parte do estudo e da preparação. A gente olha os treinos, feedback do jogador, e a gente tem que dar um pouco mais de tempo, porque esta é uma fase que ele ainda precisa pegar, mas está indo bem, falta aquela embocadura de estar na boca do túnel, tocando o time, fazendo boas substituições, fazendo a leitura do jogo. Então, acho que está indo bem, mas entendemos que é necessário que ele fique em observação por mais um período, não temos nada fechado fui bem claro e transparente com ele. Ele foi efetivado de auxiliar do clube e, se eventualmente nós trouxermos outro treinador, ele vai entender e continuar a fazer o trabalho dele. Mas, no meu entender, ele está indo bem. Não é só resultado, o resultado que leva a gente pra frente, que faz a gente ser campeão, mas na verdade é a evolução do time. Você tem que sentir que o time está evoluindo, encaixando”, acrescentou o presidente do Atlético.

Sette Câmara disse que procurou o técnico Cuca para assumir o comando do Atlético, mas o treinador já tinha outro compromisso. Cuca quer ir para a Rússia e ver de perto a Copa do Mundo deste ano.

“Ele tinha planos de assistir a Copa, agradeceu. Ele tem uma história a vamos lembrar que o Cuca se tornou o Cuca mesmo aqui no Atlético. Depois daqui que ele foi para a China e o Palmeiras. Ele ainda não tinha grande título como teve aqui a Copa Libertadores. Existe uma história de gratidão de um lado, mas tem do outro também. Nós procuramos sim. E é claro que se o treinador que vier ocupar a posição e tiver indo bem ele vai ficar. Agora, nossa ideia é ter um treinador de longo prazo. Não vamos ficar colocando um treinador para ficar seis meses e depois trocar, que isso não funcionam”, analisou Sette Câmara.

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carro sai da pista, capota e deixa vítima fatal na BR-365, próximo a Monte Alegre de Minas

Uberlândia é a primeira de Minas a ter acordo bilateral junto ao Reino Unido