Homem morre soterrado em obra em Betim

Um homem morreu soterrado em um deslizamento de terra, na avenida Edméia Matos Lazzarotti, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, no início da tarde desta terça-feira (27). Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima, de 38 anos, que não teve a identidade revelada, ficou presa enquanto realizava os serviços para a transição de uma passarela. 

Duas viaturas foram deslocadas para o local, a vítima sofreu uma parada cardiorrespiratória e foi socorrida pelo Samu, mas não resistiu. Inicialmente, o Corpo de Bombeiros passou a informação que no local eram realizadas obras para a implantação de tubulação de gás, porém ela foi corrigida.

Funcionários que trabalhavam na obra conseguiram retirar o homem, mas quando as viaturas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram ao local, a vítima já estavam em parada cardiorrespiratória.

Até 13h20, a perícia e o rabecão ainda eram aguardados no local. Ainda não se sabem as causas do acidente. Não há informações sobre outras vítimas. 

Por meio de nota, a Prefeitura de Betim informou que obra é fruto de uma contrapartida de um supermercado da região devido ao impacto gerado no trânsito por conta de sua instalação. A pasta ressaltou ainda que a responsabilidade técnica pela execução do projeto e da obra é do empreendedor. Segundo a pasta, ao município, cabe a exigência de todos os documentos legais (que, neste caso, atualmente, encontram-se em dia), e do cumprimento do projeto aprovado. 

A Prefeitura se comprometeu a auxiliar em todas as medidas que se fizerem necessárias a família da vítima. 
 
Procurado no fim da tarde desta terça-feira, a reportagem não localizou nenhum dos responsáveis pelo supermercado. 
 
Confira a nota completa:
A obra é fruto de uma contrapartida do “Supermercados ABC” devido ao impacto gerado no trânsito da região por conta de sua instalação. Cabe ressaltar que a responsabilidade técnica pela execução do projeto e da obra é do empreendedor. Ao município, cabe a exigência de todos os documentos legais (que, neste caso, atualmente, encontram-se em dia), e do cumprimento do projeto aprovado. Requisitos legais que foram rigorosamente cumpridos.
 
Houve uma paralisação da obra em setembro de 2017, quando a prefeitura, por meio da Ecos – Empresa de Construções, Obras, Serviços, Projetos, Transportes e Trânsito, solicitou a adequação do projeto por parte do empreendedor. As modificações foram aprovadas pelo DPURB – Diretoria de Políticas Urbanas, em novembro do mesmo ano. 
 
Em fevereiro de 2018, as obras foram retomadas. O atraso, segundo ofício enviado pelo “Supermercados ABC”, se deu por conta do período chuvoso. No dia seguinte à retomada da obra,16 de fevereiro, a Ecos esteve no local para acompanhar e verificar o cumprimento do cronograma. 
Imediatamente ao acidente ocorrido, a obra foi interditada pela Defesa Civil até que as causas sejam apuradas.
 
A Prefeitura Municipal de Betim se solidariza com a família do operário atingido e se compromete a auxiliar em todas as medidas que se fizerem necessárias”
 
 
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adolescente é morto por colega depois de briga em escola

Bebê é encontrado morto em aterro em Cláudio