Menor tem surto e provoca grande incêndio no Caps em Uberlândia; bombeiro inala fumaça

O menor de idade que faz tratamento psicológico em uma unidade do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Uberlândia, no Bairro Saraiva, teve um surto psicótico e ateou fogo na unidade na noite desta terça-feira, 27. O local tem muita madeira, além de forro de PVC, que facilitam a combustão.

A Defesa Civil avaliou o local, que teve a estrutura comprometida. O prédio, que era alugado, foi interditado. Os móveis, eletrodomésticos e eletrônicos foram todos danificados.

A Polícia Militar (PM) apreendeu o suspeito, um adolescente de 17 anos, em uma ocorrência de depredação do patrimônio no centro da cidade, quando ele danificou um bebedouro no Terminal Central. Apesar do incêndio atingir grandes proporções, ninguém ficou ferido.

O menor foi encaminhado para o setor psiquiátrico da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

No momento do incidente só estavam no local os funcionários, o suspeito e uma paciente de 12 anos com dois acompanhantes. Diante da confusão, a menor também entrou em surto e precisou de socorro.

Bombeiro inala fumaça

O Corpo de Bombeiros foi acionado e teve trabalho para conter as chamas. Foram aproximadamente duas horas de rescaldo. Treze militares trabalharam na ocorrência e um deles inalou fumaça e precisou de atendimento médico.

Ele deu entrada no hospital com dificuldade respiratória por inalação de fumaça, foi atendido, medicado e recebeu alta após a meia noite de hoje, 28.

Os bombeiros contaram com o apoio de um caminhão-pipa com água não potável do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae).

Informações de Léo Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paciente é estuprada em banheiro de hospital em Juiz de Fora

Idoso de 85 anos é esfaqueado por jovem de 21 com quem tinha suposto relacionamento amoroso