Pedreiro mata idosa e arranca dedo dela para tentar roubar em banco

A Polícia Civil encontrou o corpo de uma idosa de 67 anos dentro de uma mala, em uma mata, na cidade de Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais, nessa terça-feira (27).

A vítima, Luzia dos Santos, estava desaparecida há cerca de um mês e, desde que a família notificou a polícia sobre o sumiço dela, as investigações foram iniciadas. 

Os policiais detiveram um homem, de 38 anos, que trabalhou como pedreiro para Luzia. Durante um interrogatório de cerca de 4 horas, ele confessou que enforcou a idosa, colocou o corpo dela em uma mala e, no dia seguinte, voltou ao local e cortou o dedo indicador direito dela, com um alicate.

Ele tentou usar a digital da mulher para sacar dinheiro em caixa eletrônico, mas não teve sucesso. O membro dela foi achado nas proximidades da casa do suspeito.

A polícia acredita que o crime aconteceu no final de janeiro deste ano.

 

Atualizada às 10h18

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Áudio de suposto sequestro no Minas Shopping é falso

Saque de FGTS inativo deve ser declarado no Imposto de Renda