Servidores da Educação de MG realizam paralisação no dia 8 de março

Professores da rede estadual de ensino de Minas Gerais vão realizar uma paralisação no dia 8 de março para cobrar do governo estadual melhorias na Educação. A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira (28), após assembleia dos funcionários da categoria. No dia da paralisação, os servidores se reunirão mais uma vez para decidir os rumos do movimento.

Os servidores cobram, segundo o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-Ute/MG), “cumprimento dos acordos assinados, fim do parcelamento do 13º salário, pagamento do piso salarial de acordo com decisões assinadas e atendimento de qualidade pelo Ipsemg (Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais)”. 

O sindicato afirma ainda que o governo estadual de Minas Gerais descumpre decisões que foram acordadas anteriormente. “Dois reajustes do Piso Salarial descumpridos, acordo com os servidores das Superintendências Regionais de Ensino descumprido, parcelamento do pagamento do 13º salário, adiamento do ano escolar, sucateamento do Ipsemg, entre outras demandas”, afirmam em comunicado. 

A reportagem de O Tempo entrou em contato com a Secretaria Estadual de Educação e aguarda retorno. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

São Paulo recebe o CRB para tentar aliviar a pressão sobre técnico Dorival Junior

Bolsonaro diz que FHC teve ‘cérebro deslocado para o intestino grosso’