Volante Ariel Cabral em ação durante treinamento do Cruzeiro na Toca da Raposa Fonte: Juarez Rodrigues/E.M/D.A.Press

Depois de algumas rodadas de conversa, o Cruzeiro espera concluir na sexta-feira a renovação do contrato do volante Ariel Cabral, de 30 anos. Representante do argentino, o advogado Rodolfo Baquet estará em Belo Horizonte para tentar bater o martelo.

Ariel Cabral tem vínculo com o Cruzeiro até dezembro deste ano. O novo acordo estenderá a permanência dele na Toca da Raposa II até o fim de 2020. Ao fim desse período, o clube ainda teria a opção de ampliar o contrato por mais uma temporada.

Continua após a publicidade

O vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, explicou o formato da negociação. “Queremos fazer essa renovação com os valores de salário já definidos desde agora. O novo contrato valerá a partir de janeiro 2019, já que ele tem contrato em vigor conosco até o fim deste ano. Ele ampliaria para 2019 e 2020. Depois disso, a extensão por mais um ano seria obrigatória da parte do atleta, mas o Cruzeiro podendo optar ou não. Se o Cruzeiro quiser um terceiro ano, ele fica automaticamente”, disse o dirigente ao Superesportes.

Durante a viagem à Argentina, onde o Cruzeiro estreou na Libertadores com derrota por 4 a 2 para o Racing, o agente de Ariel Cabral chegou a se encontrar com a diretoria. Mas, de acordo com Itair Machado, não havia clima para as conversas diante da morte do pai do goleiro Fábio.

“Isso mexeu muito com o nosso grupo. Em respeito ao Fábio, a gente preferiu parar a conversa. O Ariel é muito ligado ao Fábio e achou melhor não tratar disso na Argentina. O procurador dele vem a BH. Está bem encaminhado”, finalizou o vice-presidente de futebol.

Ariel Cabral foi oficializado como reforço do Cruzeiro no dia 5 de agosto de 2015. À época, o volante estava há quase cinco meses sem atuar. O argentino defendia o Vélez Sarsfield, que o comunicou sobre o desligamento do clube por conta de um corte de gastos.

No Cruzeiro, é peça fundamental do time dirigido por Mano Menezes, que já demonstrou seguidamente a admiração pelo futebol de Cabral. Foram 109 jogos, três gols e o título da Copa do Brasil de 2017 pelo clube celeste até o momento.

Superesportes


Comments are closed.