Técnico interino, Thiago Larghi (esq) deu nova cara ao Galo e conta com o apoio dos jogadores Fonte: Bruno Cantini/Atlético

Domingo, 11h, Independência, nona rodada da fase classificatória do Campeonato Mineiro. O clássico entre Atlético e Cruzeiro será de extrema importância para o início de carreira de Thiago Larghi como treinador. O auxiliar integra a comissão técnica permanente do clube desde a demissão de Oswaldo de Oliveira e, no comando interino, deu nova dinâmica ao Galo na temporada. Agora, terá pela frente o primeiro grande teste.

Nesta quinta-feira, Larghi completa 20 dias à frente da equipe. Até aqui, foram três vitórias, um empate e uma derrota no comando. Para montar o time que enfrenta o Cruzeiro, o técnico interino terá três treinamentos com o elenco – um em Florianópolis e dois na Cidade do Galo. Perto de um jogo tão importante para o clube, ele ressalta o apoio do grupo de jogadores.

Continua após a publicidade

“Isso parte do trabalho do dia a dia. A segurança que vem com o apoio deles, certamente, que vêm comprando essa ideia, de modo a trabalhar em cima disso. Eles vêm se comprometendo. Quando eles acreditam, a coisa acontece. A gente está trabalhando em cima disso. É um feedback positivo. É uma coisa que acontece, cada dia que o resultado vem e o time joga bem, eles se sentem bem. Isso tende a se repetir. Vamos continuar trabalhando forte para que isso continue acontecendo”, destacou Larghi.

O episódio da reclamação de Róger Guedes ao ser substituído diante do Figueirense parece ser um incidente isolado. Depois que assumiu a equipe, Larghi recebeu elogios de seus comandados em diversas oportunidades. Além da melhora técnica e tática, os resultados também ajudam para que ele siga como técnico interino. As vitórias sobre América (3 a 0), Botafogo-PB (4 a 0) e Figueirense (1 a 0) embasam o bom trabalho do auxiliar.

O Atlético volta a Belo Horizonte nesta quinta-feira para o restante da preparação para o clássico. Com o bom resultado e a vantagem para o jogo de volta na bagagem, Larghi já passa a pensar na montagem do time que deve enfrentar o rival. Para o auxiliar, o duelo tem características diferentes dos demais compromissos até aqui.

“Certamente é um jogo especial. Tem uma equipe muito qualificada do outro lado, bem preparada. Vai ser um jogo muito difícil. Sabemos disso. Vamos recuperar hoje. Ainda é uma fase de recuperação para os jogadores, para amanhã começar a pensar nesse jogo, que também vai ser duro e importante, no domingo”, ponderou.

Superesportes


Comments are closed.