Ricardo Dias Pio, de 37 anos, também era pastor evangélico – Imagens: Carlos Vilela / TV Vitoriosa

Um homem condenado por estuprar a enteada em Ceilândia, no Distrito Federal, foi preso em Uberlândia nesta quarta-feira, 28, e apresentado hoje, 1º de março, na Delegacia de Polícia Civil. Os investigadores chegaram até o Ricardo Dias Pio, de 37 anos, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela justiça do DF.

Pio estava trabalhando como açougueiro no Bairro Morumbi. O homem foi condenado em 2015 a 20 anos de prisão por estuprar a enteada criança entre os 8 e os 12 anos da vítima, que hoje tem 14 anos.

Continua após a publicidade

Além dos traumas causados pelos constantes abusos sexuais, ele mantinha a menina sob intensa tortura psicológica e ameaças. O homem manteve um casamento com a mãe da menina por oito anos e o crime só foi descoberto depois da separação do casal.

Ricardo Pio chegou a ser preso pelo crime, mas quando saiu a condenação ele estava solto e não foi encontrado, passando a ser considerado foragido da justiça.

Estuprador era pastor evangélico

De acordo com a Delegada da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Alessandra Rodrigues da Cunha, Ricardo era pastor evangélico em Ceilândia e segundo os fieis ele se mostrava muito fervoroso e eloquente nas pregações. A delegada não descarta possibilidade de ele ter praticado os mesmos crimes aqui em Uberlândia.

Segundo denúncias, o autor também era pastor em uma igreja no Bairro Morumbi. A delegada não descarta a possibilidade de ele ter cometido abusos na cidade mineira.

Ele deverá cumprir a sentença no DF.

Carolina Vilela, com informações de Carlos Vilela


Comments are closed.