A Defesa Civil de Belo Horizonte alerta para a possibilidade de chuva forte no decorrer desta sexta-feira (2), na capital mineira. Segundo o órgão, o volume da precipitação fica em torno de 30 e 50 milímetros.

As pancadas de chuva devem ser acompanhadas de rajadas de vento em torno de 50 km/h.

O alerta é válido até a manhã deste sábado (3). 

A previsão também é de chuva para todo fim de semana em Belo Horizonte e nas cidades da região metropolitana.
 
De acordo com o meteorologista Heriberto dos Anjos, do Instituto de Climatologia TempoClima PUC Minas, a chuva é mais forte na capital, nas regiões Oeste e Centro-Sul. O volume esperado para os bairros dessas áreas é alto.
 
No fim de semana, a instabilidade se mantém e podem ocorrer tempestades. A temperatura mínima registrada em Belo Horizonte nesta sexta foi de 19ºC e a máxima não deve passar dos 28ºC.
 
No interior de Minas Gerais também chove e podem ocorrer pancadas fortes nas cidades das regiões Central, Triângulo, Zona da Mata e Sul.
 
Nas regiões Norte e Leste, o dia amanhece com sol, mas deve ter precipitação à tarde. No fim de semana, em todo o Estado, o tempo fica instável.
Continua após a publicidade

Estragos. A chuva forte que atingiu Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira (2), deixou uma série de estragos na cidade. No bairro Gutierrez na região Oeste da cidade, um muro de contenção caiu e atingiu a garagem de um prédio na rua Moreira Cesar. A Defesa Civil está no local e avalia os danos.Na Vila São Paulo, muitas casas foram invadidas pela lama.

Já na avenida Silva Lobo, crianças ficaram ilhadas após alagamento. O motorista da van escolar contou que estava com três alunos de 3 a 10 anos na altura do Bairro Alto Barroca, quando a van morreu e a água começou a entrar no veículo. Duas viaturas do Corpo de Bombeiros prestaram socorro e retiraram as crianças sem ferimentos. De acordo com o motorista da van, o desespero durou cerca de 20 minutos. “A gente fica com medo de acontecer o pior”, relatou.
 
A avenida Tereza Cristina precisou ser fechada por cerca de uma hora porque o rio Arrudas transbordou. Na avenida Francisco Sá carros foram arrastados pela força da água.

Comments are closed.