A Polícia Civil de Uberlândia, em Minas Gerais, prendeu um homem condenado pela Justiça por estuprar a enteada em Ceilândia. Ricardo Dias Pio, de 38 anos, foi encontrado após uma denúncia anônima. Assim como no Distrito Federal, era pastor na cidade e também trabalhava como açougueiro.

De acordo com Alessandra Rodrigues da Cunha, chefe da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Uberlândia, Ricardo foi condenado no dia 17 de agosto de 2017, em segunda instância, a 20 anos de prisão. Desde então, estava foragido.

Ricardo foi denunciado em 2015 por estuprar a enteada dos 8 aos 12 anos. O homem foi levado ao presídio Jaci de Assis, localizado em Uberlândia. A Polícia Civil do DF deve buscá-lo para que possa cumprir a pena na capital do país. Além dos traumas causados pelos constantes abusos sexuais, ele mantinha a menina sob intensa tortura psicológica e ameaças. O homem manteve um casamento com a mãe da menina por oito anos e o crime só foi descoberto depois da separação do casal.

Continua após a publicidade

Ricardo Pio chegou a ser preso pelo crime, mas quando saiu a condenação ele estava solto e não foi encontrado, passando a ser considerado foragido da justiça.

A delegada não descarta a possibilidade de Ricardo ter feito outras vítimas em Uberlândia, cidade mineira localizada a cerca de 700 quilômetros de Brasília. Se alguém tiver alguma denúncia ou informação, pode ligar para a Deam de Uberlândia: (34) 3210-8304. Ou também para o Disque Denúncia da PCDF: 197.


Comments are closed.