A Polícia Civil vai investigar a morte de Leonardo Alves Vítor da Silva, de 32 anos, conhecido pelo apelido de “Rato”, assassinado a tiros no aglomerado Pedreira Prado Lopes, na região Noroeste de Belo Horizonte, nesse domingo (4).

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a vítima foi atingida no pescoço e na parte de trás da cabeça enquanto estava com a companheira e um outro homem na rua Pedro Lessa.

A mulher contou aos policiais que os três estavam sentados na rampa de acesso ao prédio do casal quando o atirador chegou pela lateral e efetuou os disparos. Rato chegou a ser socorrido em uma viatura até o Hospital Odilon Behrens, mas não resistiu aos ferimentos.

Continua após a publicidade

Autoria e motivação do crime são desconhecidas.


Comments are closed.