Bicicletas compartilhadas agora podem ser utilizadas de graça, em Uberlândia

Divulgação

O projeto Udi Bike, de bicicletas compartilhadas, inaugurado em 2016 em Uberlândia, e que até então cobrava tarifas dos usuários, passou a ser gratuito. O projeto também traz outra novidade que se estende às escolas municipais de Uberlândia, onde as crianças irão aprender a andar de bicicleta durante as aulas de educação física.

Só no ano passado, o analista de projetos Wedesley Botelho economizou cerca de R$ 1 mil com passes de ônibus para ir e voltar do trabalho, ao utilizar as bicicletas compartilhadas do Udi Bike. A partir de agora, a economia deve ser ainda maior.

Com a gratuidade do Udi Bike, a estimativa é que aumente em cerca de 30% o número de viagens e de usuários cadastrados, beneficiando até 8 mil pessoas. Até o início de fevereiro, o sistema operava com cobranças que variavam de R$ 3 a R$ 50. Já a regra de utilização continua a mesma. O usuário pode pedalar por até 2 h, sem nenhuma cobrança, e para fazer nova retirada é preciso aguardar um intervalo de 10 minutos.  O projeto conta com 4 estações e 40 bicicletas, com objetivo de promover o lazer, o esporte e a qualidade de vida, incentivando a mobilidade urbana alternativa e sustentável.

Há 2 anos, de segunda a sexta-feira, desde que foi inaugurado o sistema, Wedesley Botelho troca a roupa social usada no escritório em que trabalha no Center Shopping por short, tênis e camiseta, pega a bicicleta do projeto Udi Bike e segue até a primeira estação, localizada em frente o Centro de Tecelagem, na avenida Rondon Pacheco. Para ir ao trabalho, no outro dia de manhã, faz o caminho inverso.  “Eu acho bacana. Porque além de ser bom para a saúde, é bom para o bolso. Em um ano, eu economizei R$ 1 mil. Seria melhor se a cidade tivesse mais ciclovias, para eu conseguir chegar até onde moro, no bairro Jardim Europa. Mesmo assim, eu já fiz o teste, pegando dois ônibus par ir pra casa, eu gasto R$ 4 e chego só 10 minutos antes do que se eu fosse de bicicleta e a pé. Não vale a pena”. .

Para utilizar o sistema, o usuário deve se cadastrar no site https://udibike.tembici.com.br/ e retirar uma bike em um dos quatro pontos da cidade, sendo eles o Centro de Tecelagem, o viaduto da avenida João Naves com Rondon Pacheco, o Batalhão do Corpo de Bombeiros e a entrada do bairro Granja Marileusa.

O Udibike é uma parceria da Tembici, com o Instituto Saúde e Equilíbrio e a Prefeitura de Uberlândia, com benefício da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, e conta com o patrocínio da ITV Urbanismo, do Grupo Carpe, sempre atenta às questões ambientais e de mobilidade urbana, e o Instituto Algar.

Oficinas nas escolas

Além da gratuidade na utilização das bicicletas compartilhadas pelas ruas de Uberlândia, o projeto Udibike irá oferecer oficinas de ciclismo básico para crianças matriculadas em escola​s​ municipais, durante as aulas de educação física. Segundo Clóvison Elberth Alves, o Clovin, fundador do Instituto Saúde e Equilíbrio e coordenador do projeto, a atividade é pioneira no Brasil. “A grande conquista é que será no turno escolar, dentro das aulas de educação física, para alunos que não sabem andar de bicicleta e que os pais autorizarem. Serão dois instrutores. O projeto pode ser uma referência para o Brasil”, disse Clovin.

As aulas deverão ter início nesta semana, na Escola Municipal Professora Gláucia Santos Monteiro, no bairro Carajás, e depois vão se estender para outras escolas indicadas pela Secretaria Municipal de Educação.

Câmara deve votar sistema integrado de segurança na próxima semana

Cantor Leoni fará show gratuito em shopping de Uberlândia