O pequeno Jonathan Martírio Siqueira, de apenas 1 ano e 11 meses, sofre de uma rara doença, conhecida como Doença de Depósito Lisossômico, uma espécie de distúrbio metabólico hereditário. Por conta da enfermidade, o menino está paralisado e se alimenta apenas por uma sonda.

A mãe de Jonathan, Rebeca Martírio, disse que já perdeu uma filha por conta da mesma doença, que é hereditária (pode ser passada de pai para filho), e que Jonathan precisa fazer um exame que só é feito em Belo Horizonte para ajudar em seu tratamento. No entanto, ele não é oferecido pelo estado e tem um custo de 10 mil reais, algo que a família não tem condições de custear.

Confira mais informações abaixo, na reportagem de Anderson Magrão


Comments are closed.