Comissão de Direitos Humanos reúne especialistas para discutir humanização do sistema carcerário

Imagem: Reprodução Internet

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Uberlândia (CMU), juntamente com a Associação de Proteção, Promoção e Assistência da Família do Encarcerado (APPAFE) realizará um encontro para tratar sobre a humanização do sistema carcerário. Adriano Zago, presidente da Comissão de Direitos Humanos da CMU, é o propositor do evento que acontecerá no próximo dia 20, às 08h, na sala João Pedro Gustin, na Câmara Municipal.

A pauta da reunião de março surgiu a partir das crescentes ocorrências de violações das condições mínimas na acomodação dos detentos. Fato que ganhou visibilidade nacional após as rebeliões em massa, noticiadas ao longo dos últimos anos. “Não podemos esquecer que, muito além de punir, um dos principais objetivos da reclusão de um ser humano é, também, prepará-lo para ser reinserido na sociedade”, afirmou Zago.

Os questionamentos apontados pela APPAFE vão desde a forma que se operacionaliza a entrada de visitantes até as condições de acomodação, higiene, alimentação e o tratamento dos presos. E para debater essas e outras questões, o vereador contará com a participação de membros da Ordem dos Advogados do Brasil, da sociedade civil organizada e, também, de organizações não-governamentais. Este é mais um tema trazido ao debate na ação contínua de seu mandato que recebe o nome de “Café com Zago”. Uma atividade que tem como objetivo discutir pautas de relevância social, com diversos segmentos da sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dia da Mulher: como superar a desigualdade salarial no mercado de trabalho?

Bandidos invadem campus da UFU e explodem caixas eletrônicos em agência bancária