O Atlético enfrenta o Uberlândia, nesta quinta-feira, às 19h15, no Parque do Sabiá, em uma partida que ganhou muito em importância para o futuro da equipe no Campeonato Mineiro. Em busca da reabilitação, depois da derrota para o Cruzeiro na rodada passada, o Galo não almeja mais a vice-liderança da fase de classificação, garantida pelo América. Mas, além da recuperação, o time alvinegro precisa da vitória também para assegurar, antecipadamente, um lugar entre os oito melhores que disputarão os playoffs do Estadual.
Com a vitória do América sobre a Caldense, o Atlético já não pode mais ultrapassar o rival alviverde e alcançar a segunda melhor campanha. O objetivo agora é a classificação na terceira posição, para assegurar vantagem ao menos nas quartas de final. Os resultados dessa quarta-feira deixaram o time alvinegro em sexto lugar (12 pontos). Entretanto, triunfo diante do Uberlândia levará a equipe da capital a garantir um lugar entre os oito que disputarão os playoffs, atrás apenas de Cruzeiro e o Coelho na tabela. Por outro lado, derrota no Triângulo ligará o sinal de alerta para diretoria, comissão técnica e jogadores.

Mudança no Atlético

Thiago Larghi tem um desfalque importante para a partida desta quinta-feira. Suspenso por acúmulo de três cartões amarelos, Otero deixa a equipe. O venezuelano é responsável direto por sete dos 17 gols marcados pelo Atlético na temporada, com seis assistências e uma bola na rede. Ele será substituído por Cazares, única novidade no time titular.

Uberlândia

Fonte: Carlos Vilela/Reprodução TV Vitoriosa/Arquivo

Continua após a publicidade

O Uberlândia vive um momento complicado na temporada. O time iniciou a nona rodada já na zona de rebaixamento, com apenas nove pontos. Apesar de amargar uma posição ruim no Campeonato Mineiro, a equipe do técnico Zé Teodoro também vislumbra uma vaga nas quartas de final.

A vitória por 1 a 0 sobre o Patrocinense, no último domingo, deu novo ânimo ao Uberlândia, que vinha de quatro derrotas consecutivas. O duelo contra o Atlético é visto como o ‘jogo da vida’ para a equipe do interior.
“As duas equipes estão desesperadas, nós até mais que eles. Temos que ter cautela, respeitar o Atlético, mas respeitar jogando. Temos bons jogadores. No jogo não tem favorito. O Uberlândia também é uma equipe grande”, disse o meia-atacante Ricardinho.
Apesar do mistério nos últimos treinamentos, a tendência é que o time da última rodada seja mantido. Foram seis mudanças promovidas por Zé Teodoro em relação à partida anterior.

Comments are closed.