Escolas estaduais em Capinópolis e Cachoeira Dourada têm quase 100% de adesão à greve

Os trabalhadores em Educação do Estado de Minas Gerais estão em greve pelo fato de que governo do Estado está retirando direitos e descumprindo acordos assinados com os trabalhadores.

Segundo a classe, o governo não respeita a carreira e os profissionais estão há dois anos sem reajuste de salário, sem atendimento médico em várias regiões do Estado, a Educação está sendo terceirizada e municipalizada, além de a nomeação os aprovados em concurso ter sido suspensa.

Em Capinópolis, as duas escolas estaduais estão em greve e contam com um percentual de 95% de adesão atingindo quase dois mil alunos. Já em Cachoeira Dourada, os trabalhadores aderiram com um percentual de 98% dos servidores.

Segundo dados do Sind-UTE, em Capinópolis, a Escola Estadual Sergio de Freitas Pacheco possui 70 funcionários e a Escola Estadual Governador Juscelino 34 funcionários. Em Cachoeira Dourada, na Escola Estadual João Gonçalves são 15 trabalhadores.

Reforma da Previdência poderá ser mais profunda no próximo governo, diz relator

Após cratera, veja desvios para evitar o Anel Rodoviário