Fonte: Fellipe Duarte/Reprodução TV Vitoriosa

Uma família que mora em um conjunto de casas no Bairro Luizote de Freitas já aguarda, pacientemente e há vários anos, a sua casa própria pelos programas de conjunto habitacional da Prefeitura de Uberlândia.

Andreia Dias, Elizabeth David, e Amanda Alves, junto de sua mãe, Elaine Cristina, moram no conjunto de casas de propriedade de Helena Alves, avó do trio. E além de dividirem o mesmo teto, todas já entraram com o pedido da casa própria junto à Prefeitura de Uberlândia, mas nunca tiveram sequer uma resposta.

Elaine, por exemplo, disse que já aguarda a tanto tempo que viu Amanda crescer, formar sua família e também solicitar a casa própria.

“Quando fui tentar a casa, meu marido era vivo, eu tinha minhas filhas tudo pequenas. Então, desde aquela época estou tentando. Quando saiu meu nome pra sorteio, eles inventaram um negócio que eu tinha de pagar uma taxa por ter sido viúva. Eu to tentando até hoje”, disse.

Amanda afirmou que conhece toda a luta da mãe desde pequena e disse que também já aguarda sua casa há algum tempo. “Estou há quatro anos na fila esperando, meu nome já foi pro Córrego do Óleo, Pequis, Monte Hebron. Mas só o nome lá na lista, por que a contemplação mesmo não vem”, comentou.

Já Elizabeth garante que já perdeu suas esperanças em conseguir a casa própria. “A gente vai lá (na prefeitura) e eles dizem que não tem posição nenhuma pra te dar. Tem que esperar o próximo sorteio, sempre esperar. Não tenho esperança de conseguir nunca”, desabafou.

Mas, ao menos, a família leva a situação com bom humor. Dona Helena diz que compreende o problema e gostaria de uma solução, mas não nega que é bom estar perto das familiares.

Informações: Vinícius Lemos


Aprenda como fazer uma 'Amoeba' caseira

Comments are closed.