A Polícia Civil apresentou, nesta terça-feira  (13), seis homens investigados pelo envolvimento com tráfico de drogas no bairro Alto Vera Cruz, na região Leste de Belo Horizonte. Dois deles, inclusive, teriam torturado duas moradoras da área.

“Em novembro do ano passado, essas jovens tiveram as cabeças raspadas, foram agredidas e obrigadas a exaltar integrantes da gangue do Ita, uma das principais do bairro. Além disso, ele estavam intimidando moradores. Esse grupo é rival da gangue do Pança e membros do grupo da rua Papini”, explicou o delegado Leandro Alves.

Foram presos na última quarta-feira (7), Charles Felipe Pereira da Silva, de 25 anos, apontado como chefe do grupo, Tiago Moreira de Sena, de 30, e Wanderson Gabriel Alves da Silva, de 18. Os outros três,  Lucas Dias Duarte, de 19 anos, Jeferson Fernandes da Silva, de 20, e Patrick Renan Alves da Silva, de 21, já estavam presos por outros crimes.

Continua após a publicidade

Um sétimo integrante do grupo, um adolescente de 17 anos, que também teria participado da tortura das jovens está apreendido desde novembro de 2017.

Vídeo

Durante a tortura das jovens, a ação foi filmada por criminosos e divulgada através da internet para moradores. A polícia acredita que Charles Felipe tenha ordenado que as vítimas fossem agredidas. Ele nega. Os outros suspeitos também afirmam que não presenciaram as agressões, exceto Jeferson Fernandes.

“Eu filmei tudo. Não acho covardia. Covardia se elas tivessem morrido”, afirmou em tom irônico.

Na operação de combate ao tráfico no Alto Vera Cruz foram apreendidos 33 pinos de cocaina, três buchas de maconha e folha com  anotações do tráfico.


Comments are closed.