Um afundamento de solo e o risco de desabamento de um muro de contenção próximo ao Morro do Papagaio, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, interditam parcialmente a avenida Nossa Senhora do Carmo nesta quarta-feira (14).

O problema acontece justamente na ligação da avenida com a BR-356. O local é de grande acesso, já que ele é o principal caminho da capital para a região dos condomínios em Nova Lima e para o bairro Belvedere.

O local está isolado e, com isso, uma faixa da via está interditada no sentido Rio de Janeiro. Isto causa trânsito no local. Acompanhe os nossos destaques no canal de trânsito.

Continua após a publicidade

Ações do DEER-MG

A assessoria do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG) informou que a selagem das trincas apresentadas nas pista já foi feita.

“O  DEER/MG iniciará, imediatamente,  estudos de sondagem para avaliação do terreno e definir o tipo de intervenção que será realizada no local, para segurança das pessoas que moram nas proximidades, bem como dos usuários da via”, destacou comunicado.

Ainda não há uma data para a liberação total da via. “Técnicos da Prefeitura de Belo Horizonte, assim como a Defesa Civil do Município, estão trabalhando em conjunto com o DEER/MG e contribuirão para definir a melhor forma e o prazo para intervenção no local”, completou a nota.

Casas ameaçadas

Uma equipe da Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel) faz um levantamento dos riscos para os moradores da região e avalia se será necessário a retirada de moradores.

“A Defesa Civil já notificou o DER para adoção imediata de ações de mitigação dos riscos e recuperação do local. Nesta manhã, a Urbel e a Defesa Civil iniciaram uma operação para notificação e retirada de pessoas que estão expostas aos riscos”, informou a Defesa Civil.

Chuvas como causa

A regional Centro-Sul, onde ocorreu o problema, é a mais castigada nos últimos dias de chuva em Belo Horizonte. Com 403,3 milímetros, a região recebeu 247% do esperado para todo o mês de março em apenas 14 dias.


Comments are closed.