Um idoso de 61 anos foi preso, suspeito de se passar por policial, em Luz, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, nessa semana.

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma denúncia dava conta de que o homem estava se passando por delegado. Os policiais o encontraram em um ônibus, seguindo para uma cidade vizinha, onde ele disse que iria participar de um culto religioso.

De terno, o idoso alegou aos policiais que era pastor. Com ele foi apreendida uma carteira que se assemelha ao documento usado por policiais. Em reposta, o suspeito disse que era uma carteirinha da igreja, da qual faz parte.

Continua após a publicidade

Na avaliação do delegado Vinícius Machado, o material apreendido é uma cópia, bem distante da autêntica.

O idoso foi ouvido e autuado por “se passar por servidor público”, artigo 45 da Lei de Contravenções Penais. Ele foi liberado e vai responder em liberdade. Ainda, segundo o delegado, ele aparenta ter problemas psiquiátricos.

De acordo com a PM, o idoso era procurado como desaparecido há dois anos. A família dele, de Juiz de Fora, na Zona da Mata, foi informada sobre o paradeiro dele.


Comments are closed.