Jogadores do Atlético não estão conseguindo render quando jogam diante do torcedor Fonte: Ramon Lisboa/E.M./D.A.Press

Num período de dez meses, o Atlético deixou de ser um dos mandantes mais temidos do futebol brasileiro. Após alcançar uma sequência de 11 vitórias seguidas e ficar a uma de igualar o recorde do time comandado por Cuca, alcançado entre dezembro de 2012 e maio de 2013, o Alvinegro entrou em decadência jogando, principalmente, no Independência. Desde então, o Galo atuou 29 vezes em casa e venceu apenas 12. O aproveitamento é de 48,27%. Agora, a equipe precisa dar a volta por cima e melhorar o rendimento para buscar a classificação à semifinal do Campeonato Mineiro, domingo, às 16h, contra a URT.

Neste período, foram seis empates e 11 derrotas. A mística do Horto, que inspirou o time em vitórias épicas desde 2012, parece ter acabado. O time alvinegro vem sofrendo muito diante de seu torcedor. O desempenho em casa, inclusive, foi crucial para a campanha ruim no Campeonato Brasileiro do ano passado.

Continua após a publicidade

Das 29 partidas realizadas (veja a lista completa no final da matéria), 27 foram no Independência, casa alvinegra desde 2012. As outras duas foram no Mineirão: derrota para o Corinthians, por 2 a 0, no Campeonato Brasileiro, e o empate sem gols com o Jorge Wilstermann, da Bolívia, que resultou na eliminação da equipe na Copa Libertadores de 2017 já nas oitavas de final.

O técnico Thiago Larghi comentou a dificuldade do time em conseguir as vitórias no Horto. O treinador não vê o time ansioso para definir os duelos em casa. “Não noto pressão. A gente tenta desempenhar um bom jogo, mas nem sempre é possível, porque a gente tem um adversário do outro lado. Temos que identificar o que acontece e trabalhar em cima de treinamento para melhorar o desempenho. O resultado vem com o bom desempenho. É um trabalho de passo a passo. São poucos dias de treinamento que a gente vem tendo”, disse.

Nesta edição do Campeonato Mineiro, o Galo só venceu duas vezes como mandante: 3 a 0 contra o Democrata-GV e 1 a 0 sobre o Tombense (jogou com o time reserva). Foram ainda duas derrotas, para Caldense e Cruzeiro, e um empate, contra o Patrocinense. Ainda teve um jogo em casa, pela Copa do Brasil, na última quarta-feira, quando o time foi derrotado pelo Figueirense, por 2 a 1, mas se classificou na disputa por pênaltis. Agora, o objetivo é buscar a vitória contra a URT, jogo válido pelas quartas de final do Campeonato Mineiro.

Vitórias em BH

Apesar das dificuldades em vencer como mandante, o Atlético conseguiu, nesse período ruim, duas vitórias em Belo Horizonte como visitante. No Campeonato Brasileiro do ano passado, bateu o Cruzeiro, por 3 a 1, no Mineirão. No Mineiro deste ano, venceu o América, por 3 a 0, no Independência.

Números no Horto

Desde que o Independência foi reinaugurado, em 2012, o Atlético jogou no estádio 181 vezes. Foram 118 vitórias, 38 empates e 24 derrotas. O Galo marcou 361 gols e sofreu 160.

Superesportes


Comments are closed.