ruzeiro/Divulgação

Fim do período de entrar em campo só para cumprir tabela. Depois de garantir classificação com três rodadas de antecedência, o Cruzeiro recebe o Patrocinense neste sábado, às 16h, no Mineirão, em jogo válido pelas quartas de final do Campeonato Mineiro. E com atenção redobrada, uma vez que o regulamento prevê jogo único nesta etapa do torneio. Vitória garante o time na semifinal, mas derrota decreta eliminação sumária. Em caso de empate, a vaga será decidida nos pênaltis.

“Regulamento traiçoeiro, mas depois que é determinado a gente não pode usá-lo como desculpa. A gente está em uma fase em que precisamos evitar ao máximo os erros e agregar cada vez mais consistência ao trabalho”, disse o goleiro Fábio. O técnico Mano Menezes, que fez mistério sobre a escalação do time, seguiu em discurso parecido ao do seu capitão. “Regulamento foi escolhido. Não é o melhor do mundo, mas é o que os clubes escolheram. Desde que iniciamos, sabíamos que seria assim”, disse o treinador.
“O pensamento é colocar em campo a melhor equipe que podemos colocar. Quase todos os jogadores estão à disposição, todos eles com poucas exceções tem condições de iniciar a partida. Vou poder fazer a escolha que a gente quer, ainda vamos poder contar com o Arrascaeta antes da viagem para a Seleção. Força máxima, jogo importante, único, que pode nos dar a vaga para a semifinal e a gente está encarando com a maior seriedade possível”, complementou.
A principal dúvida sobre o time do Cruzeiro está no setor defensivo. Suspenso pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TDJ-MG) pelo lance com Ricardo Oliveira no clássico contra o Atlético, o zagueiro Leo será desfalque no sábado. Ele será substituído por Dedé, o mais provável, ou por Digão. Na lateral direita, o mistério é pela escalação de Lucas Romero, utilizado regularmente de forma improvisada, ou de Ezequiel, que retornou aos gramados em 7 de março após passar por cirurgia de hérnia inguinal.
Nas linhas de frente, as dúvidas são aquelas já tradicionais. Joga Rafinha? Joga Arrascaeta? Mano utilizará o uruguaio ao lado de Thiago Neves? E o substituto de Fred, Raniel ou Sobis? “Dedé está pronto, Digão está pronto, Murilo, Ezequiel vai ser relacionado, são as boas notícias das últimas semanas. Os jogadores começam a voltar (…) Escalação uma hora antes do jogo”, desconversou Mano Menezes.
Patrocinense
De olho na chance inédita de alcançar a semifinal do Campeonato Mineiro, o Patrocinense visita o Cruzeiro na esperança de aproveitar o ‘regulamento traiçoeiro’ das quartas do Estadual. O time de melhor na campanha na primeira fase não tem outras vantagens, a não ser o duelo dentro de casa. O técnico Weligton Fajardo, porém, tem problemas para escalar o time.
E não é qualquer desfalque. Artilheiro da equipe no Mineiro, com quatro gols marcados, o atacante Ademir se lesionou e está fora do duelo contra o Cruzeiro. Gênesis, Thiago Brito e Marcelo Régis disputam a vaga – com leve favoritismo para o primeiro. Na esquerda, o problema é com Danilo Tarracha. O lateral reclamou de dores no tornozelo direito e é dúvida para as quartas de final. Magal está de prontidão para substituí-lo.
Tiago Mattar / Superesportes

Comments are closed.