Técnicos da Companhia Urbanizadora de Belo Horizonte (Urbel) estão na tarde deste sábado (17) em uma mobilização para a retirada imediata das famílias que residem próximas à BR-356, onde ocorreu um afundamento de solo e há risco de queda de um muro no morro do Papagaio, na região Centro-Sul de Belo Horizonte.

A pedido da Prefeitura de Belo Horizonte, a Justiça emitiu liminar para que as famílias deixem o local em até 48 horas. Além do encaminhamento para o Programa Bolsa Moradia, a administração municipal ofereceu aos moradores um caminhão de mudança e local apropriado para guardar os móveis.

Conforme a Defesa Civil, 22 famílias estão na área de risco. O número de moradores que ainda não abandonaram o local não foi informado pelo órgão.

Continua após a publicidade

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DEER) prossegue com os serviços de sondagem na BR-356. De acordo com o órgão, foi necessário fechar uma faixa da rodovia no sentido Savassi, ao lado do canteiro central da via. A faixa permanecerá interditada durante os serviços neste fim de semana.

Outras duas das quatro faixas, no sentido Rio de Janeiro, permanecem fechadas, com o onjetivo de permitir a movimentação dos trabalhadores, a instalação de equipamentos e garantir a segurança na via.

O serviço de sondagem definirá o tipo de intervenção necessária ao reforço estrutural do muro de contenção.


Comments are closed.