A Polícia de Meio Ambiente em Ituiutaba autuou em flagrante um homem, de 51 anos, na madrugada deste domingo, 18, em R$ 10,4 mil por caça ilegal em Canápolis. O autor havia abatido um tatu em uma caminhonete que foi parada durante um patrulhamento preventivo na zona rural da cidade.

O animal da fauna silvestre brasileira estava na carroceria da camionete F 1000, dentro de um saco plástico, limpo, sem as vísceras e a cabeça, e pronto para o consumo.

De acordo com o sargento Eduardo Venâncio, além do crime ambiental de caça ilegal, é preocupante o risco de se contrair doenças, consumindo animais silvestres.

Continua após a publicidade

Como se trata de crime de menor potencial ofensivo foi lavrado um Termo Circunstânciado de Ocorrência – TCO para o autor de 51 anos para que compareça perante ao Juizado Especial Criminal.

Foi lavrada uma Autuação administrativa no valor de R$ 10.404,48 * referente a 3200 Unidade Fiscal do Estado de Minas Gerais – UFEMG.


Comments are closed.